Destaque

Novo matadouro de São Jorge vai ser construído na próxima legislatura, afirma João Ponte

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas assegurou hoje à Associação de Agricultores da Ilha de São Jorge que o novo matadouro será construído na próxima legislatura, recorrendo aos fundos europeus do próximo quadro comunitário, reconfirmando o compromisso assumido pelo Governo dos Açores com os agricultores jorgenses e as suas organizações de produtores.

“À semelhança do que aconteceu na restante rede regional de abate, a ilha de São Jorge também terá um novo matadouro, que será construído na próxima legislatura. Esta é a resposta do Governo ao crescimento que o setor da produção da carne de bovino tem registado nos últimos anos”, afirmou João Ponte, após uma reunião com a Direção da Associação de Agricultores da Ilha de São Jorge.

O governante salientou que os compromissos do Governo Regional, na atual legislatura, em relação a esta infraestrutura serão cumpridos, ou seja, encontrar o terreno para construir o novo matadouro e a elaboração do respetivo projeto.

Apesar desta calendarização, João Ponte frisou que o Governo dos Açores não deixou de investir na modernização das atuais instalações do matadouro de São Jorge, apontando como exemplo a certificação pela Norma ISO 22000, relativa à segurança alimentar, que decorreu esta terça-feira.

“Não seria aceitável deixar de investir no atual matadouro de São Jorge só porque está prevista uma nova infraestrutura. Se o fizéssemos, estávamos a condicionar o crescimento e o desenvolvimento do setor da carne nos próximos anos nesta ilha, que tem grande vocação para este tipo de produção”, frisou.

Nesta reunião, o Secretário Regional anunciou que serão investidos no próximo ano cerca 700 mil euros na melhoria das infraestruturas, apontando como exemplo as obras no açude da Ribeira de São Tomé, a beneficiação do açude da Ribeira do Meio, a conduta dos reservatórios dos Bardinhos e dos Rosais e o caminho Ponta/Sete Fontes, que vai abranger 40 explorações e 120 hectares.

O titular da pasta da Agricultura destacou também que a aposta na modernização das infraestruturas agrícolas que o próximo Plano permite é fundamental para a melhoria das condições de trabalho dos agricultores, para o reforço da competitividade das explorações agrícolas e para capacitar a agricultura para os desafios do futuro.

GaCS/RL Açores

Comment here