“O PSD dos Açores tem sido um partido adiado”, salientou Francisco César

“O PSD dos Açores tem sido um partido adiado, que consecutivamente adia a apresentação de propostas”, salientou Francisco César.

O Vice-Presidente do Grupo Parlamentar do PS falava esta quarta-feira, no Parlamento Açoriano, no debate do Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial “COMPETIR +”.

“O maior partido da oposição, talvez preocupado com os seus mais recentes resultados eleitorais ou com as suas agitações internas, a única coisa que soube aqui apresentar foram duas míseras propostas”, acusou Francisco César.

O deputado socialista realçou que o “PSD/Açores foi incapaz de consubstanciar numa proposta de alteração aquilo que defendem para os Açores”, acusando aquele partido de “falar sobre a necessidade de criar emprego para os Açores e no documento em que pode exatamente proporcionar essa criação de emprego, não apresentar nada”.

Francisco César explicou que o “Partido Socialista está preocupado com a criação de emprego, com o aumento da competitividade, com a necessidade de aumentar a especialização da nossa economia e a capacidade das nossas empresas em conjugar esforços e com isso ganharem massa crítica para melhor competir”.

O Vice-Presidente do Grupo Parlamentar do PS/Açores defendeu que “devem ser criados clusters que possam permitir alavancar a nossa economia”, realçando que o “Governo dos Açores tem trabalhado com todos os parceiros sociais, as câmaras de comércio e indústria, a federação agrícola, a federação das pescas e outras entidades”.

Para Francisco César, o “Competir+ apresenta-se como um bom programa, que reúne um consenso e uma vontade de fazer melhor pela nossa economia, na criação de emprego”.

O socialista desafiou o “PSD a apresentar as suas propostas legislativas para serem debatidas na Assembleia Regional dos Açores”, considerando que o PSD deve ter a capacidade proponente e de debate no local próprio, em Assembleia Regional, para expressar aquilo que diz todos os dias na comunicação social”.

Para o deputado socialista, o “Governo dos Açores tem assumido o compromisso aberto de dialogar com a Assembleia Regional e com as empresas, para criar mais emprego. O Executivo Regional tem assumido a estratégia de desenvolver a nossa economia, de a internacionalizar, de promover a exportação, de promover o empreendedorismo, a competitividade e a investigação científica. Está tudo aqui consubstanciado”.

“A crise é complicada, a austeridade da República é muita e nós precisamos de estar todos unidos para poder fazer os Açores uma Região uma melhor região para se viver”, finalizou Francisco César.

PS/Açores

Deixe uma resposta