Home / Destaque / Orçamento da Câmara Municipal das Velas para 2018, na ordem dos 7 milhões de euros, aprovado em Assembleia Municipal – Luís Silveira diz que se trata de um orçamento “realista e exequível” (c/áudio)
Orçamento da Câmara Municipal das Velas para 2018, na ordem dos 7 milhões de euros, aprovado em Assembleia Municipal – Luís Silveira diz que se trata de um orçamento “realista e exequível” (c/áudio)

Orçamento da Câmara Municipal das Velas para 2018, na ordem dos 7 milhões de euros, aprovado em Assembleia Municipal – Luís Silveira diz que se trata de um orçamento “realista e exequível” (c/áudio)

O Orçamento da Receita e Despesa e Grandes Opções do Plano para 2018 da Câmara Municipal das Velas foi aprovado esta quinta-feira, em reunião ordinária da Assembleia Municipal das Velas, com 10 votos favoráveis do grupo Municipal do CDS-PP, 10 abstenções do PS e PSD e um voto contra da Representação Municipal da CDU, sendo que o Presidente da Assembleia Municipal, João Estrela Maciel, fez valer o seu voto enquanto membro da Assembleia eleito pelo CDS-PP.

Em declarações na sessão da Assembleia Municipal, que decorreu esta quinta-feira, na sala de reuniões da Casa Museu Cunha da Silveira, Luís Silveira disse que este se trata de um orçamento “realista e exequível”, discriminando os valores correspondentes à receita corrente e de capital, bem como à respetiva despesa tanto corrente como de capital.

O Presidente da Câmara Municipal das Velas destacou ainda aquela que considerou ser a “componente mais social do orçamento”, sublinhando o apoio às instituições do concelho, enaltecendo o facto de ser “um orçamento amigo das famílias”.

O autarca velense evidenciou ainda o facto de a Câmara Municipal ir admitir novos colaboradores para os quadros da autarquia, nomeadamente cinco Assistentes Operacionais e três Técnicos Superiores, acrescentando que ao longo de 2018 serão abertos novos concursos para suprir necessidades do Município.

Do valor estimado do Orçamento da autarquia, Luís Silveira destacou ainda o reforço do apoio dado à Escola Profissional da Ilha de São Jorge e a aquisição de viaturas para de Proteção Civil, “que nunca tinha acontecido no concelho”, tal como fez saber.

Liliana Andrade/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top