Parlamento Regional vai analisar impactos das novas Obrigações de Serviço Público por proposta do PS

 “O PS está convicto que o regime das novas Obrigações de Serviço Público (OSP’s) no transporte aéreo entre os Açores, o continente e a Madeira, não são o fim de um processo, mas são sobretudo o início de uma nova era para os agentes do setor turístico da Região, bem como também para outros setores de atividade económica”, defendeu André Bradford.

O deputado socialista falava esta quinta-feira, na cidade da Horta, enquanto apresentava em plenário a proposta do Grupo Parlamentar do PS para constituição de um grupo de trabalho que analise os impactos das novas OSP’s na Região.

Para André Bradford, as “novas e melhoradas condições de acessibilidade e mobilidade aérea para a Região não só reforçarão as nossas condições de competitividade enquanto destino turístico como trarão naturalmente um conjunto acrescido de desafios aos nossos operadores turísticos, aos nossos empresários de hotelaria, da restauração e também aos serviços de animação turística”.

“O Grupo Parlamentar do PS considera necessário um acompanhamento por parte da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, através da criação de um grupo de trabalho no âmbito da Comissão Permanente de Economia, que tenha por objeto o estudo e a análise em conjunto com os agentes do setor, numa abrangência global da nossa Região, tendo em consideração as especificidades das várias ilhas. Este grupo de trabalho deverá estudar rotas liberalizadas e rotas não liberalizadas”, explicou André Bradford.

O deputado socialista elencou, desde logo, o “desafio da quantidade, porque todos nós estimamos este novo sistema de OSP trará um aumento do lado da procura e uma maior pressão sobre os agentes e operadores do setor turístico”.

Outra das questões a analisar por este grupo de trabalho prendem-se com “as exigências à qualidade dos serviços prestados no setor turístico”.

“O Partido Socialista pretende que os responsáveis políticos regionais, como é o caso dos deputados, estejam particularmente atentos, disponíveis e próximos daqueles que sentirão os impactos do novo regime de Obrigações de Serviço Público”, finalizou André Bradford.

GI PS Açores/RL Açores

Deixe uma resposta