Paula Amarante não está preocupada se atalhos geram trabalhos, como diz o ditado, e avança pelas freguesias do concelho ouvindo a população e os seus anseios para “Dar Voz ao Concelho” (c/áudio)

A comprovar-se o ditado “quem se mete em atalhos mete-se em trabalhos”, Paula Sequeira Amarante parece não estar preocupada com isso. Avançando este domingo pelo lugar da Beira, na freguesia das Velas, a candidata do PSD à Câmara Municipal, diz que, apesar de só estar a participar na campanha porta a porta apenas da parte da tarde, por motivos profissionais, o contacto com as pessoas tem sido muito positivo e a população tem-se mostrado bastante recetiva.

Vai-se ouvindo, vai se lendo, e, eventualmente, vai se decidindo… Palavras de uma eleitora na Beira com as quais Paula Amarante concorda.

E mesmo quando ninguém abre a porta, facto que acaba por acontecer a qualquer candidatura no porta a porta, a campanha do PSD deixa a lembrança.

“Dar Voz ao Concelho” é o slogan da campanha do PSD nas Velas e é precisamente isso que Paula Sequeira Amarante quer e diz estar a fazer ao ouvir os anseios da população nesta fase de campanha eleitoral.

E o que as pessoas transmitem vai exatamente de encontro às ideias do PSD, com a candidata à Câmara das Velas a considerar que há discriminação no concelho.

 “Estou aqui para ter o melhor resultado que possa” é este o espírito que acompanha esta candidatura pelas palavras de Paula Amarante, que diz ainda que “prognósticos só no final do jogo”, mas mantendo a confiança num bom resultado no próximo domingo.

Paula Sequeira Amarante, a candidata do PSD à Câmara Municipal das Velas, a considerar em plena campanha de rua que o mais importante é, sem dúvida, “dar a voz a toda a gente”, prometendo continuar a informar e a ouvir os anseios e preocupações da população das Velas até sexta-feira, dia em que termina a campanha eleitoral.

Liliana Andrade/RL Açores

Deixe uma resposta