Num debate sobre pescas que decorreu hoje no parlamento Regional, o Deputado Aníbal Pires denunciou que a soldada média dos pescadores açorianos caiu este ano para 56 Euros por mês. Um rendimento “indigno” para quem trabalha e considerou que tem de ser dada toda a prioridade a medidas urgentes que possam compensar o rendimento dos pescadores.

O Deputado do PCP recordou ainda que a raiz dos problemas que os pescadores açorianos atravessam foi a política de pescas da União Europeia, que nomeadamente permitiu a delapidação dos nossos recursos, uma política que foi aceite por PS e PSD, que não protegeram os interesses nacionais, nem o nosso direito a produzir, nem os interesses dos pescadores açorianos. É necessário agora pedir responsabilidades a quem aceitou esta política, considerou o Deputado do PCP.

Mas também o Governo Regional do PS não teve uma postura de defesa dos Açores, nomeadamente no âmbito do nosso estatuto enquanto Região Ultraperiférica da União Europeia, protegendo os nossos recursos e o modo de vida dos nossos pescadores.

GI PCP Açores

Deixe uma resposta