Home / Destaque / PCP quer conhecer prazos e fases da obra do Porto das Velas de São Jorge (c/áudio)
PCP quer conhecer prazos e fases da obra do Porto das Velas de São Jorge (c/áudio)

PCP quer conhecer prazos e fases da obra do Porto das Velas de São Jorge (c/áudio)

O PCP Açores apresentou hoje um Requerimento questionando o Governo sobre as fases e prazos da obra de extensão do cais e remodelação do porto das Velas na ilha de São Jorge, tendo em conta as dificuldades e condicionamentos à atividade portuária.

De acordo com os comunistas, os constrangimentos e dificuldades operacionais no porto das Velas são uma constante e são já antigos.

Em declarações à RL Açores, Aníbal Pires explicou o objetivo deste requerimento, apontando alguns dos constrangimentos mencionados.

“Este requerimento tem como objetivo procurar clarificar quer os prazos, quer algumas soluções para a anunciada obra no Porto das Velas, em São Jorge”, frisou o parlamentar.

O Requerimento do PCP lembra que “às dificuldades naturais que decorrem da geografia e características da baía das Velas se somaram opções erradas em termos das construções portuárias”, referindo as diversas obras que foram sendo feitas ao longo dos anos e que acabaram por criar “uma bacia de manobra extremamente apertada e dificuldades agravadas para os utilizadores do principal porto da ilha de São Jorge”.

Aníbal Pires referiu ainda que “estas dificuldades foram agravadas pela entrada em operação dos novos ferries da Transmaçor, resultando em demoras e estrangulamentos na operação dos navios de carga na zona comercial do porto”.

Para o parlamentar esta é, portanto, uma obra de extrema importância para São Jorge, podendo, no entanto, provocar ainda mais condicionamentos à operação portuária.

O PCP considera, assim, necessário que se proceda “a uma calendarização e planificação cuidadas da obra e que as suas diversas fases e prazos sejam do conhecimento público e sejam cumpridos atempadamente”.

O líder da Representação Parlamentar do PCP reiterou que as condições de operacionalidade do porto das Velas, nas suas várias áreas, têm de ser salvaguardadas, dizendo mesmo que “é uma obrigação democrática do Governo manter a população e as autoridades de São Jorge, designadamente os municípios, devidamente informados”.

GI PCP Açores/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top