Pelo menos haverá uma repartição de finanças em todas as ilhas dos Açores

Pelo menos haverá uma repartição de finanças em todas as ilhas dos Açores. A garantia foi deixada após uma reunião mantida na Secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais a uma representação do Parlamento dos Açores.

Nos concelhos em que vierem a encerrar repartições de finanças serão criadas alternativas em colaboração com as entidades locais (embora não venham a funcionar com a totalidade das valências atualmente asseguradas pelas repartições de finanças), esclarece a nota do PPM, que participou no encontro.

O deputado Paulo Estêvão, presente nessa reunião, reivindicou um funcionamento mais regular do serviço de finanças do Corvo, na medida em que o seu funcionamento atual, de cerca de 3 dias por mês, não permite que os contribuintes da ilha possam regularizar a totalidade das situações com que são confrontados.

Lembrou que não existem ligações diárias, quer aéreas quer marítimas, com outras ilhas da Região e que, nessa situação, o acesso aos serviços assegurados pelas repartições de finanças fica extremamente oneroso (viagem, estadia, alimentação durante vários dias.

Deixe uma resposta