Home / Açores / PPM acusa políticas de educação do Governo de serem “um desastre”, Avelino Meneses rejeita acusações (c/áudio)
PPM acusa políticas de educação do Governo de serem “um desastre”, Avelino Meneses rejeita acusações (c/áudio)

PPM acusa políticas de educação do Governo de serem “um desastre”, Avelino Meneses rejeita acusações (c/áudio)

Os resultados das escolas dos Açores em vários ‘rankings’ dividiram o Governo Regional e a oposição, no primeiro dia de trabalho parlamentares do plenário do mês de janeiro.

A sessão de perguntas, requerida por Paulo Estêvão, deputado único do PPM, debruçou-se sobre os resultados obtidos pelo sistema educativo açoriano no âmbito do PISA e nos rankings das escolas do ensino básico e secundário.

O PISA é o Programa Internacional de Avaliação de Alunos, da responsabilidade da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), em que Portugal participa desde 2000 e que se dirige aos alunos de 15 anos, entre o 7.º e o 12.º ano.

Durante a sessão de perguntas que ocupou a maior parte do dia, Paulo Estêvão considerou mesmo as políticias do Governo de serem “um desastre”.

Segundo o deputado, os Açores estão em “último lugar” em Portugal no âmbito dos testes PISA e afastaram-se da média nacional, o que foi desmentido pelo secretário regional da Educação e Cultura, Avelino Meneses.

Graça Silveira, do CDS-PP, considerou, contudo, que “tentar misturar os resultados do PISA com os resultados do TIMMS é que é um desrespeito pelos deputados”, segundo as suas palavras.

Paulo Mendes, do Bloco de Esquerda, reconheceu o esforço feito pelos governos do PSD e do PS no arquipélago, mas lamentou que se desinvista “cada vez mais” na Educação quando se devia “investir mais do que nunca” para se ultrapassar “décadas de atraso”, e João Paulo Corvelo (PCP) alertou para a precariedade na função docente.

O governante discordou sobre o investimento realizado na Educação e lembrou que, em matéria de docência, sempre que é identificada uma necessidade permanente no sistema educativo suprida por um professor contratado procede-se à abertura de uma vaga para o quadro.

Sónia Nicolau, do PS estranhou que a oposição não traga “nenhuma palavra sobre os bons resultados nos Açores”, enquanto Maria João Carreiro (PSD) expressou preocupação com os resultados dos estudos, notando, por outro lado, que os Açores lideram o insucesso e abandono escolares.

Avelino Meneses apontou o trabalho do Governo Regional no âmbito do ProSucesso, programa de combate ao insucesso escolar, sendo que antes referiu que “estes estudos internacionais de avaliação de estudantes” são “apenas uma achega para o conhecimento do que se passa na educação”.

Paulo Estêvão acusou ainda Avelino Meneses de tentar “induzir a comunicação social e os açorianos em erro” com a interpretação feita dos resultados, acusação que o governante tornou a negar.

AO/LA/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top