Home / Destaque / Determinado inquérito para apurar causas da não evacuação de ferido de S.Jorge
Determinado inquérito para apurar causas da não evacuação de ferido de S.Jorge

Determinado inquérito para apurar causas da não evacuação de ferido de S.Jorge

O Presidente do Governo determinou hoje a abertura de um inquérito para apurar, de forma rigorosa, as circunstâncias relativas à não evacuação de um homem ferido numa tourada à corda na ilha de São Jorge, no passado sábado.

Segundo o Presidente do Governo, os dados atualmente disponíveis permitem assegurar que a certificação ou não do Aeródromo de São Jorge para operação noturna releva para a operação comercial noturna, mas não releva para voos de emergência de evacuação aero-médica, como aquele que era imprescindível neste caso e não foi realizado.

No passado dia 21 de junho, pelas 18h15, deu entrada no Centro de Saúde de Velas, na ilha de S. Jorge, um indivíduo do sexo masculino a quem foi diagnosticado um traumatismo craniano grave e, consequentemente, foi decidida a sua evacuação aero-médica do Centro de Saúde de Velas para o Hospital do Divino Espírito Santo, na ilha de São Miguel.

Por intermédio do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, foram desencadeados, de imediato, os procedimentos e contactos necessários, nomeadamente com a Força Aérea Portuguesa, entidade responsável por esse tipo de evacuações, o que não chegou a acontecer.

Salientando que não está em causa o empenho e esforço que os militares da Força Aérea prestam às populações das nossas ilhas, este inquérito pretende esclarecer, entre várias questões, se se confirma ou não que, durante algum tempo, os Açores ficaram desprovidos de quaisquer meios da Força Aérea Portuguesa para a eventualidade de evacuações aero-médicas.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top