Primeiro grupo da edição de 2015 do programa “Meus Açores Meus Amores” já esteve em S.Jorge (c/áudio)

São Jorge recebeu esta semana a visita do primeiro grupo da edição deste ano do pograma de turismo e mobilidade sénior “Meus Açores Meus Amores”. Esta quinta-feira o grupo com idosos da ilha de São Miguel e Terceira teve oportunidade de assistir à atuação do Grupo de Folclore dos Rosais, onde muitos cantaram, dançaram e aprenderam um pouco mais sobre as tradições da ilha.

A senhora Romualda Borges, da ilha Terceira, participa pela segunda vez no programa Meus Açores Meus Amores, elogiando a iniciativa. “É a segunda vez que participo e agradeço muito às pessoas que colaboram, pois estou a gostar muito”, afirmou.

De acordo com Romualda “é muito bom haver estes intercâmbios entre ilhas, e ver as pessoas todas convivendo é sempre muito bom”.

Romualda mostrou-se também encantada com a ilha de São Jorge, destacando igualmente a beleza de todas as outras ilhas. “São Jorge é lindíssimo” reiterou a participante, deixando um apelo a todas as pessoas que tenham oportunidades para que visitem a ilha.

Para Romualda “as nossas ilhas são todas muito bonitas, cada uma com a sua beleza e é daí que vem o nome ‘Meus Açores Meus Amores’”, sendo que na sua opinião “são as pessoas que acabam de completar os Açores Meus Amores”.

“Uma experiência muito gratificante em todos os sentidos”, é assim que Carmen Bettencourt, monitora deste grupo, descreve esta experiência quer para si, quer para os idosos.

“Muitas destas pessoas nunca tinham saído da sua freguesia, nunca tinham dançado, nunca tinham jogado ao bingo, nunca tinham brincado com uma bola, e ver a expressão deles depois de fazerem as atividades é uma recompensa enorme”, afirmou a monitora.

Carmen Bettencourt falou ainda sobre as várias atividades realizadas ao longo da viagem, destacando claro os passeios pela ilha.

A primeira atividade que é feita é “uma atividade com o objetivo de eles se conhecerem melhor”, explicou, “em que eles têm de dizer o seu nome, idade, de onde vêm e onde eles acabam sempre por partilhar muito do que é a vida deles, quantos filhos e netos têm, por exemplo, sendo que muitos senhores até falam da sua experiência na guerra do Ultramar”, o que na opinião da monitora “até acaba por ser terapêutico”.

Fazem ainda atividades “para os pôr a mexer”, como o conhecido Jogo da Cadeira.

Este Programa está agora na sua segunda edição, tendo sido lançado o ano passado pelo Governo Regional com o objetivo de contribuir para a promoção do envelhecimento ativo e da melhoria da qualidade de vida dos Açorianos, mas também para dinamizar a economia regional nas épocas baixa e média da atividade turística, hoteleira e da restauração, estimando-se que este programa envolva cerca de 5.760 dormidas.

Quanto aos participantes beneficiarão de estadias de uma semana, que correspondem a seis noites de alojamento em empreendimentos turísticos na Região, em regime de pensão completa, com animação e acompanhamento permanente de monitores especializados.

Liliana Andrade/RL Açores

Deixe uma resposta