Home / Açores / Programa de apoio à restauração e hotelaria já comparticipou vendas de um milhão de euros de produtos regionais
Programa de apoio à restauração e hotelaria já comparticipou vendas de um milhão de euros de produtos regionais

Programa de apoio à restauração e hotelaria já comparticipou vendas de um milhão de euros de produtos regionais

O Vice-Presidente do Governo dos Açores revelou que o Programa de Apoio à Restauração e Hotelaria para a Aquisição de Produtos Regionais (PARHAPR) “tem superado” as expetativas, na medida em que, “no pouco tempo de implementação, já permitiu ao setor produtivo açoriano vender cerca de um milhão de euros de produtos regionais“.

Sérgio Ávila considerou que “este resultado é, sem dúvida, extremamente positivo, tendo em conta que já foram aprovadas 84 candidaturas, que correspondem à comparticipação aos restaurantes e hotéis da região de mais de 95 mil euros para aquisição de produtos regionais”.

“Desde a implementação do Programa de Apoio à Restauração e Hotelaria para a Aquisição de Produtos Regionais, mais de seis dezenas de empresas açorianas beneficiaram dos apoios previstos, o que dá bem nota da adesão que tem suscitado nesses importantes setores da economia da região”, frisou o governante.

O Vice-Presidente do Governo salientou que o PARHAPR foi criado “não só como apoio aos setores da restauração e da hotelaria, possibilitando às empresas uma redução de custos, mas também para ajudar a dinamizar a produção regional, na medida em que fomenta o consumo de produtos locais”.

“O recurso, cada vez maior, aos produtos regionais traz ganhos significativos a cada uma das economias das nove ilhas e, por consequência, à economia da Região no seu todo, quer porque concorre para a afirmação da qualidade da nossa produção, quer porque contribui para a diminuição das importações”, afirmou Sérgio Ávila.

O Programa de Apoio à Restauração e Hotelaria para a Aquisição de Produtos Regionais tem por objeto a promoção da competitividade e inovação no setor da restauração e hotelaria açoriana, através da utilização predominante de produtos regionais.

Esta medida procura, por um lado, estimular o setor produtivo regional e, por outro lado, incrementar a utilização dos produtos marcadamente açorianos na confeção de pratos típicos regionais, sem prejuízo da qualidade e da inovação que importa implementar.

Através deste programa, os estabelecimentos de restauração e hotelaria poderão beneficiar de um apoio financeiro de 10% nas despesas efetuadas com a aquisição de produtos regionais.

No caso de produtos regionais com certificação ‘Indicação Geográfica Protegida’ (IGP), ‘Denominação de Origem Protegida’ (DOP), ‘Denominação de Origem Controlada’ (DOC) ou ‘Artesanato dos Açores’, o apoio financeiro é majorado em 40%, sendo, deste modo, de 14% a taxa de comparticipação a aplicar.

O apoio financeiro não pode exceder anualmente o montante de cinco mil euros por estabelecimento e de 15 mil euros por empresa.

Podem beneficiar deste programa todas as empresas privadas e cooperativas que exerçam na região atividades de alojamento, restauração ou equiparáveis.

GaCS

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top