Home / Açores / Programa “Meus Açores, Meus Amores” contribui para dinamizar economia regional na época baixa, afirma Marta Guerreiro
Programa “Meus Açores, Meus Amores” contribui para dinamizar economia regional na época baixa, afirma Marta Guerreiro

Programa “Meus Açores, Meus Amores” contribui para dinamizar economia regional na época baixa, afirma Marta Guerreiro

A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo afirmou hoje, em Ponta Delgada, que a quarta edição do programa ‘Meus Açores, Meus Amores’ deverá representar mais de 6.200 dormidas no arquipélago, contribuindo, assim, para dinamizar a economia regional nas épocas de baixa e média atividade turística, hoteleira e de restauração.

“Conseguimos reforçar a mobilidade inter-ilhas, incentivando novas modalidades de oferta turística, de produtos e de conteúdos adaptados à sazonalidade que valorizam os recursos disponíveis, tendo em conta a sua capacidade”, frisou Marta Guerreiro, que falava numa conferência de imprensa conjunta com a Secretária Regional da Solidariedade Social durante a qual foi apresentado um balanço deste programa de turismo sénior e divulgada a edição deste ano.

Marta Guerreiro salientou ainda que, “para além do combate à sazonalidade, o programa reforça a promoção do turismo interno e promove a Açorianidade, ao esbater as barreiras geográficas entre as nove ilhas do arquipélago e permitindo a inclusão e a troca de experiências entre seniores de diferentes ilhas”.

As ilhas de origem que registam maior número de candidaturas continuam a ser S. Miguel, Terceira e Faial tendo, no entanto, sido registado um aumento expressivo da procura por parte da ilha do Pico.

Relativamente às ilhas que se encontram no topo das prioridades dos candidatos, Santa Maria e Flores continuam a liderar as opções dos inscritos, tendo-se juntando a estas, na edição de 2016, a ilha Graciosa.

“A avaliação das edições já realizadas permitiu concluir que os Açorianos selecionados ficaram muito satisfeitos com a sua participação, destacando a qualidade da receção e estadia”, salientou a Secretária Regional da Solidariedade Social.

Andreia Cardoso frisou que “a receção do programa junto do público foi bastante positiva, tendo sido possível verificar que as candidaturas começaram a ser apresentadas mesmo antes de ser disponibilizada a maioria do material publicitário”.

A titular da pasta da Solidariedade Social referiu ainda que um dos aspetos positivos mais destacados pelos participantes foi a relação com os guias e monitores do programa, adiantando que a quarta edição do programa ‘Meus Açores, Meus Amores’, cujas inscrições abrem sexta-feira, 13 de janeiro, vai continuar a contar com a colaboração da CRESAÇOR na constituição da equipa de guias que acompanhará os viajantes no seu percurso, garantido que as suas necessidades estão asseguradas e que a estadia se revela agradável.

“À semelhança das condições definidas para as anteriores edições, porque continua a ser importante promover a participação de cidadãos seniores com menor mobilidade, o programa continua a prever a possibilidade de viajarem com um acompanhante que os apoia no desenvolvimento da sua rotina diária”, acrescentou.

Por seu lado, Marta Guerreiro, salientou que “as entidades da Região devem olhar como um desafio potenciar, na economia local, todos os programas de incentivo à diminuição da sazonalidade, numa ação partilhada com as intenções da Secretaria Regional”.

“O trabalho passa pelo desenvolvimento dos produtos primários de cada uma das ilhas, pela inovação e modernização dos postos de turismo, pela georreferenciação dos recursos naturais e pela promoção da agenda cultural e de rotas temáticas que permitam complementar a oferta e valorizar a diversidade dos recursos naturais, históricos e culturais do arquipélago”, frisou a titular da pasta do Turismo.

Os interessados em participar neste programa devem dirigir-se às lojas RIAC ou aos serviços locais da Segurança Social para apresentar a sua candidatura.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top