Projeto de reabilitação de vítimas e agressores sexuais será estendido a todas as comarcas da região
açores-radio-lumena-musica-noticias-governo-vitimas-agressores
(c) Gacs

A Secretária Regional da Solidariedade Social anunciou que o Governo dos Açores pretende alargar a todas as comarcas a Estratégia Regional de Prevenção e Combate ao Abuso Sexual de Crianças e Jovens, um projeto-piloto “inovador” que visa reabilitar vítimas e agressores sexuais.

Piedade Lalanda, que falava à margem de uma visita ao Lar Especializado da Casa de Providência de São José da Calheta, em São Jorge, salientou que a iniciativa, a decorrer atualmente nas comarcas de São Miguel, foi criada em 2012, envolvendo a Direção Regional da Solidariedade Social, o Instituto de Segurança Social dos Açores, a Procuradoria da República – Círculo Judicial de Ponta Delgada, a Polícia Judiciária, a Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais e o Centro de Terapia Familiar.

No âmbito deste projeto, o Executivo açoriano pretende ainda, segundo Piedade Lalanda, criar a figura de agente de suporte, que irá acompanhar as vítimas no contacto com os sistemas de saúde e judicial, bem como encaminhar a vítima e ou a família nas ações que visem a reabilitação.

Estes agentes de suporte, acrescentou, são técnicos da Segurança Social que integram a equipa multidisciplinar de apoio aos tribunais.

A Estratégia Regional de Prevenção e Combate ao Abuso Sexual de Crianças e Jovens visa ainda “alertar ou criar condições para a comunidade em geral”, no sentido de reconhecer os “fatores de risco e de proteção face a esse fenómeno”, afirmou a Secretária Regional, frisando que esta iniciativa tem como prioridade “a defesa da criança e do seu superior interesse” ao ser um suporte às vítimas.

GaCS

Deixe uma resposta