Projetos apoiados pelo Governo dos Açores envolvem mais de 5.000 jovens, destaca Isabel Rodrigues 

A Secretária Regional Adjunta da Presidência para os Assuntos Parlamentares frisou hoje, na Horta, que a dotação de quase 2,4 milhões de euros representa um aumento financeiro de cerca de 7% para a área da Juventude em 2015, destacando a adesão dos jovens à “variedade de programas” criados para “fomento da sua autonomização, mobilidade e projeção criativa”.

Isabel Rodrigues, numa intervenção na Assembleia Legislativa, salientou que, só este ano, na área do associativismo jovem, foram apoiados “119 projetos, envolvendo 5.100 jovens de toda a Região”.

A Secretária Regional realçou que a política de Juventude do Executivo açoriano “não se esgota na ação” de um único departamento do Governo, “abrangendo todo o investimento que é feito em matéria de Educação, Desporto, Solidariedade Social, Habitação, Saúde, Formação Profissional, Emprego e Empreendedorismo”, defendendo a aposta “em três setores fundamentais” no que se refere à sua tutela.

“Nomeadamente, a facilitação da mobilidade, o desenvolvimento da criatividade e o apoio à atividade associativa, dando enfoque particular às ações que fomentem a participação cívica e a intervenção comunitária”, afirmou.

Isabel Rodrigues, que registou o amplo debate e o “parecer claramente favorável” emitido pelo Conselho de Juventude dos Açores às opções de investimento propostas, referiu a reabilitação e qualificação nas pousadas da Juventude da Terceira e de São Miguel, a dotação de meio milhão de euros ao Programa OTLJ e a aposta no voluntariado e mobilidade jovens.

Para a Secretária Regional, a mobilidade “não deve ser concebida como um fim em si mesmo, mas como um meio privilegiado para alargar e enriquecer a formação e as experiências dos jovens, reforçar a sua versatilidade e empregabilidade”, revelando que 1.131 jovens já beneficiaram este ano do programa Bento de Gois.

Isabel Rodrigues destacou ainda o lançamento, no próximo ano, do novo programa ‘Prepara o teu regresso a casa’, que “visa implementar junto dos jovens açorianos que terminam a sua formação, mecanismos que garantam um melhor acesso à informação sobre programas de estágio, emprego e apoio ao investimento”.

Potenciando, ao mesmo tempo, “estratégias de interação entre estes jovens e o tecido empresarial regional”, salientou a Secretária Regional, acrescentando que também vai ser desenvolvida uma plataforma web especialmente dirigida a jovens.

“Continuaremos a trabalhar para dar aos nossos jovens a possibilidade de voltar às suas famílias, às suas raízes e de aqui desenvolverem todo o seu potencial”, assegurou Isabel Rodrigues.

GaCS

Deixe uma resposta