Home / Açores / Proteção Civil alerta para previsão de ondas que podem atingir 16 metros no Grupo Central
Proteção Civil alerta para previsão de ondas que podem atingir 16 metros no Grupo Central

Proteção Civil alerta para previsão de ondas que podem atingir 16 metros no Grupo Central

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) informa que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu o seguinte aviso:

Para o Grupo Central

Aviso LARANJA referente a:

AGITAÇÃO MARÍTIMA relativo a Altura Significativa das Ondas

No período entre as 12H00 de hoje, 23 de outubro, e as 07H00 de segunda-feira, 24 de outubro.

Ondas de norte de oito a nove metros de altura, podendo atingir os 16 metros de altura máxima (especialmente na costa norte).

Aviso AMARELO referente a:

AGITAÇÃO MARÍTIMA relativo a Altura Significativa das Ondas

No período entre as 08H00 e as 12H00 de hoje, 23 de outubro.

Ondas de noroeste de seis a sete metros de altura, passando a norte (especialmente na costa norte).

VENTO relativo a Rajada Máxima

No período entre as 08H00 de hoje, 23 de outubro, e as 09H00 de segunda-feira, 24 de outubro.

Vento Forte do quadrante norte com rajadas até 100 km/h.

Para o Grupo Oriental

Aviso VERMELHO referente a:

AGITAÇÃO MARÍTIMA relativo a Altura Significativa das Ondas

No período entre as 16H00 de hoje, 23 de outubro, e as 06H00 de segunda-feira, 24 de outubro.

Ondas de norte de nove a 10 metros de altura, podendo atingir os 18 metros de altura máxima (especialmente na costa norte).

Aviso LARANJA referente a:

AGITAÇÃO MARÍTIMA relativo a Altura Significativa das Ondas

No período entre as 08H00 e as 16H00 de hoje, 23 de outubro.

Ondas de noroeste de sete a nove metros de altura (especialmente na costa norte).

Aviso AMARELO referente a:

VENTO relativo a Rajada Máxima

No período entre as 08H00 de hoje, 23 de outubro, e as 09H00 de segunda-feira, 24 de outubro.

Vento Forte do quadrante norte com rajadas até 100 km/h.

O SRPCBA recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, em particular nas zonas mais vulneráveis, recomenda-se a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações.

GaCS/RL Açores

Fotografia: ©Direitos Reservados

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top