Home / Açores / Proteção Civil alerta para previsão de vento forte e agitação marítima em todo o arquipélago
Proteção Civil alerta para previsão de vento forte e agitação marítima em todo o arquipélago

Proteção Civil alerta para previsão de vento forte e agitação marítima em todo o arquipélago

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) informa que, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), uma depressão muito cavada, localizada a nordeste do arquipélago dos Açores, irá provocar um aumento da intensidade do vento e da agitação marítima.

Assim, emite-se:

Para o Grupo Ocidental

Aviso AMARELO referente a:

AGITAÇÃO MARÍTIMA relativo a Altura Significativa das Ondas

No período entre as 12H00 e as 18H00 de quinta-feira, 27 de novembro.

Ondas de noroeste (altura significativa, de seis a sete metros).

Aviso LARANJA referente a:

AGITAÇÃO MARÍTIMA relativo a Altura Significativa das Ondas

No período entre as 18H00 de quinta-feira, 27 de novembro, e as 06H00 de sexta-feira, 28 de novembro.

Ondas de noroeste (altura significativa, de sete a oito metros).

VENTO relativo a Rajada Máxima

No período entre as 03H00 de quinta-feira, 27 de novembro, e as 06H00 de sexta-feira, 28 de novembro.

Direção de oeste, rodando para noroeste, com rajadas até 90 km/h.

Para os Grupos Central e Oriental

Aviso AMARELO referente a:

AGITAÇÃO MARÍTIMA relativo a Altura Significativa das Ondas

No período entre as 12H00 e as 18H00 de quinta-feira, 27 de novembro.

Ondas de noroeste (altura significativa, de seis a sete metros).

Aviso LARANJA referente a:

AGITAÇÃO MARÍTIMA relativo a Altura Significativa das Ondas

No período entre as 18H00 de quinta-feira, 27 de novembro, e as 18H00 de sexta-feira, 28 de novembro.

Ondas de noroeste (altura significativa, sete a oito metros).

VENTO relativo a Rajada Máxima

No período entre as 06H00 de quinta-feira, 27 de novembro, e as 18H00 de sexta-feira, 28 de novembro.

Direção de oeste, rodando para noroeste, com rajadas até 100 km/h.

O SRPCBA recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, em particular nas zonas mais vulneráveis, recomenda-se a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações.

GaCS/SRPCBA

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top