Home / Açores / Prova “Quilómetro Vertical do Pico” está em sintonia com o posicionamento estratégico do Destino Açores, afirma Vítor Fraga
Prova “Quilómetro Vertical do Pico” está em sintonia com o posicionamento estratégico do Destino Açores, afirma Vítor Fraga

Prova “Quilómetro Vertical do Pico” está em sintonia com o posicionamento estratégico do Destino Açores, afirma Vítor Fraga

O Secretário Regional do Turismo e Transportes afirmou hoje que a prova do ‘Quilómetro Vertical do Pico’, cuja primeira edição se realiza a 27 de maio, “assume-se em sintonia perfeita com o que é preconizado em termos de desenvolvimento e posicionamento estratégico do Destino Açores”.

Para Vítor Fraga, esta prova contribui, assim, “para que a Região seja reconhecida como um destino europeu, no meio do Atlântico, com ilhas vulcânicas preservadas no seu estado original, de natureza exuberante e beleza mística, em que se oferece uma variedade e qualidade de atividades de terra e mar”.

O Secretário Regional recordou, nesse sentido, que o Plano Estratégico e de Marketing de Turismo dos Açores ”contempla o turismo de natureza como produto prioritário, considerando-o fundamental para o desenvolvimento do turismo” nas ilhas açorianas.

“No caso do Pico, como nas outras ilhas, a natureza acaba por ser a chave para o turismo, onde os passeios a pé e o ‘trekking’ acabam por ser consideradas como atrações primárias no contexto da oferta”, acrescentou.

Para o titular da pasta do Turismo, “este tipo de eventos traz naturalmente um dinamismo social e económico e promove os Açores por todo o mundo como um destino de natureza de excelência, em que o visitante fica deslumbrado e com vontade de regressar, além de permitir a diversificação dos mercados emissores”, já que “o número de pessoas que participam neste tipo de atividades e as suas origens são as mais diversas”.

O Secretário Regional acrescentou que este tipo de eventos “permite atrair novos nichos e segmentos de mercado, enriquecendo a oferta e experiência turística que temos oportunidade de oferecer a quem nos visita, provocando um aproveitamento e valorização de todos os nossos recursos naturais”.

Para Vítor Fraga, estas iniciativas também promovem o aumento dos fluxos turísticos, das taxas de ocupação e dos proveitos nas unidades de alojamento, além de contribuírem para a “revitalização económica dos mais diversos setores, como a restauração, as rent-a-cars, a animação turística, entre outros”.

“Tenho a convicção de que este evento será o primeiro de muitos e que, num curto espaço de tempo, irá afirmar-se como sendo a melhor prova no contexto nacional e europeu”, frisou Vítor Fraga.

“É para isso que trabalhamos diariamente, para enriquecer, com o trabalho diário de todos, aquilo que são os Açores enquanto destino turístico de excelência, que se afirma, quer a nível nacional, quer a nível internacional, dia após dia”, salientou.

O ‘Quilómetro Vertical do Pico’ é uma prova que está inserida na Taça de Portugal de Skyrunning, o que, segundo Vítor Fraga, “demonstra a qualidade e a confiança que os eventos que são realizados nos Açores dão às mais diversas entidades”.

“Ao longo dos quatro anos desta legislatura, os Açores fizeram uma aposta como um destino de natureza, mas um destino de natureza não só na sua vertente contemplativa, mas também, e sobretudo, uma natureza ativa”, afirmou.

Nesta perspetiva, a Região tem vindo a realizar diversos eventos “com um objetivo muito bem traçado de potenciar as mais diversas atividades que proporcionam um contacto direto com a natureza”.

Para o Secretário Regional, o expoente máximo destas atividades “foi o ‘trail run’, onde se apostou numa promoção direta da rede de trilhos homologados”, que contempla as nove ilhas do arquipélago, é composta por cerca de oito dezenas de 78 trilhos, com mais de 650 quilómetros de extensão, e onde diariamente mais de 100 pessoas “trabalham continuamente para que seja cuidada e esteja em boas condições para todos quantos nos visitam”.

No caso concreto do Pico, esta rede é composta por 13 trilhos, ultrapassando 120 quilómetros de extensão, “o que dá bem mostra da importância que tem no contexto da oferta e da qualificação da oferta turística para a ilha”, frisou Vítor Fraga.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top