PS, CDS-PP, BE e PCP acusam PSD de querer “boicotar” Comissão de inquérito à SATA

PS, CDS-PP, BE e PCP emitiram um comunicado conjunto em que “lamentam o incidente criado pelo PSD de suspeita de incompatibilidade sobre o presidente da comissão que levou à interrupção dos trabalhos”.

“Os Deputados do PSD, deliberadamente, criaram um incidente grave no decorrer dos trabalhos com o objetivo de boicotar o normal funcionamento da Comissão e cabal esclarecimento da situação, passada, presente e futura do Grupo SATA. “

Num comunicado conjunto os partidos em questão referem que “em Comissão de Inquérito à SATA, o PSD levantou suspeitas sobre o regime de incompatibilidades, colocando em causa a presença de dois deputados socialistas, por terem pertencido anteriormente ao Governo dos Açores, entre os quais André Bradford, que desempenha a função de Presidente da comissão de inquérito.”

O PS, CDS-PP, BE e PCP lembram que a Comissão de Inquérito à SATA já funciona há cerca de dois meses, não compreendendo porque é que só agora é que o PSD levantou questões quanto a incompatibilidades.

No mesmo comunicado, PS, CDS-PP, BE e PCP afirmam que o PSD Açores “mostrou mais uma vez que o que pretende é arrastar esta situação, porque deseja apenas manter um certo clima de suspeição sobre tudo e todos”.

O PS, CDS-PP, BE e PCP manifestaram desde logo um espírito aberto, de apuramento e esclarecimento dos factos nesta Comissão de Inquérito, lamentando que “o PSD tenha mais uma vez perturbado o normal funcionamento da comissão”, acabando por impedir a inquirição do anterior Presidente do Conselho de Administração do Grupo SATA, António Gomes de Meneses, bem como dos outros inquiridos que já estavam convocados para esta quinta-feira.

Os partidos em causa recorrem ao próximo plenário da ALRA para que seja legitimada uma suspensão, por 15 dias, da referida Comissão para Parecer Jurídico Independente, sobre o regime de incompatibilidades nas Comissões de Inquérito e fazem votos que os trabalhos tenham a mais célere continuidade.

GI PS Açores/RL Açores

Deixe uma resposta