PSD/Açores aponta nova atitude no combate às dependências

O deputado do PSD/Açores Carlos Ferreira defendeu hoje que a nova legislatura e a mudança de cenário político na Região “devem representar um novo tempo e uma nova atitude no combate às dependências no arquipélago”, avançou.
 
O social democrata falava após uma reunião com o Diretor Regional de Prevenção e Combate às Dependências, onde frisou que a toxicodependência “é uma das maiores preocupações das famílias açorianas, em especial, sendo também uma temática que une a população”, mostrando-se ciente de que “vamos ter um trabalho concertado na prevenção e no combate àquele flagelo”, afirmou.
 
Carlos Ferreira citou o estudo de caraterização dos comportamentos aditivos na Região, referindo que, “em relação à população estudantil, e mesmo deixando de fora as escolas profissionais, 21,6% dos estudantes entre os 12 e os 21 anos de idade, na ilha Terceira, e 52,4% na ilha do Pico, assumiram experiências de consumo de substâncias psicoativas”.
 
O deputado alertou para o aumento dos consumos de drogas sintéticas e destacou que o PSD/Açores, em conjunto com o CDS-PP e o PPM, “já apresentou uma anteproposta de lei que visa criminalizar as novas substâncias psicoativas, para que a Região assuma uma posição firme nesta matéria”, explicou.
 
“O trabalho concertado entre o Parlamento e o Governo será essencial para se garantir uma maior eficácia na prevenção e no combate às dependências nos Açores”, concluiu o deputado social-democrata.

Imagem: Grupo Parlamentar PSD Açores

GP-PSD AÇORES/RL AÇORES

Deixe uma resposta