Home / Politica / “PSD não sabe o que quer em relação ao investimento público”, afirma Miguel Costa
“PSD não sabe o que quer em relação ao investimento público”, afirma Miguel Costa

“PSD não sabe o que quer em relação ao investimento público”, afirma Miguel Costa

“O PSD/Açores uns dias diz que o investimento público foi a mais, que foi cimento a mais, noutros dias afirma que quer mais investimento. A dúvida mantém-se e acentua-se, a cada declaração do PSD, ou a cada comemoração dos 40 anos daquele partido”, realçou Miguel Costa.

O Vice-Presidente do Grupo Parlamentar do PS intervinha no Parlamento Açoriano, num debate sobre investimento público, suscitado pelo PSD.

Miguel Costa questionou o líder do Grupo Parlamentar do PSD acerca do que é que “realmente entende por investimento público e qual a sua postura acerca desta matéria”, realçando que neste debate “o PSD crítica o investimento público feito pelo Governo dos Açores”, ao passo que “os deputados e as estruturas de ilha do PSD todos os dias perguntam ‘para quando determinada obra? Para quando o seu início, para quando a sua conclusão?’”.

Conforme frisou o deputado socialista “ficamos sempre na dúvida, sem perceber qual a posição deste PSD”, desafiando aquele partido a “aproveitar o debate para esclarecer os Açorianos”. Para Miguel Costa, “só os olhos viciados e desatentos do PSD não conseguem enxergar o extraordinário investimento público feito nos Açores, em todas as ilhas e em todos os setores, essencial para garantir o futuro da região e consolidar a convergência dos Açores com o resto da Europa. Só uma crise internacional como aquela que vivemos, como todos sabemos, não permitiu que os Açores, e o resto da Europa, tivessem alcançado todas as metas a que se tinham proposto”.

Miguel Costa acusou o PSD/Açores de “ter um processador de consciência política com amnésia programada em relação ao investimento público, esquecendo-se deliberadamente da região desinvestida que entregaram ao PS em 1996”.

O deputado socialista desafiou os deputados do PSD a “afirmarem na Assembleia Regional se o que consideram mau investimento é investir no tratamento de resíduos, na rede escolar, nos transportes, nas infraestruturas de saúde, na competitividade das nossas empresas e dos nossos empreendedores, no apoio e estabilidade social” e se for, “deviam dizê-lo na Assembleia Regional, para que os Açorianos que todos os dias desfrutam destes investimentos, soubessem qual é a posição do PSD”.

Miguel Costa questionou ainda o PSD se vai “limitar-se à sua praxe da crítica pela crítica e continuar a carregar a todo o custo os Açores para baixo”, atitude que considerou de “principiante, desprovida que qualquer utilidade ou solução, de uma esterilidade política notável, que não nos leva a lado nenhum”.

Miguel Costa frisou que o “investimento público nos Açores aumentou em 2013, com uma execução do plano na ordem dos 85% e nos próximos anos está previsto um incremento à custa do novo impulso que dará o novo Quadro Comunitário de Apoio”.

“Nenhum governo consegue resolver tudo, mas o Governo dos Açores está a fazer tudo o que pode e isso é uma evidência que só o PSD não quer ver. O PS e o Governo dos Açores jamais deixarão de investir nos Açores, por mais que isso custe ao maior partido da oposição, porque esse investimento é património dos Açorianos, com o compromisso do PS e é algo que assumimos orgulhosamente”, concluiu Miguel Costa.

PS/Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top