Home / Politica / PSD/Açores acusa Vasco Cordeiro de “ligeireza” em relação a “caos” na SATA
PSD/Açores acusa Vasco Cordeiro de “ligeireza” em relação a “caos” na SATA

PSD/Açores acusa Vasco Cordeiro de “ligeireza” em relação a “caos” na SATA

Segundo comunicado do PSD/Açores, “a ligeireza com que Vasco Cordeiro se referiu ao caos que se instalou na SATA é reveladora do entendimento que o Governo Regional tem dos incidentes que ocorreram e que continuam a ocorrer na operação da companhia e que se traduzem em graves prejuízos para os passageiros, para o grupo SATA e para a imagem da região”.

Desde junho, vários incidentes, mas também problemas técnicos têm condicionado a operação da transportadora SATA, detida pela Região Autónoma dos Açores, o que tem motivado críticas de passageiros e de várias entidades.

Na segunda-feira, o socialista Vasco Cordeiro reconheceu que a operação da SATA está a causar “perturbação e incómodo”, que tudo fará para que a companhia continue a servir o arquipélago.

“Obviamente que ninguém pode, em boa consciência, em bom rigor, dizer que a operação está a correr às mil maravilhas. Não está. Está a causar perturbação e incómodo, desde logo aos passageiros”, afirmou o chefe do executivo, destacando ser importante que “se trabalhe para poder repor a normalidade nessa operação o mais rapidamente possível”, o que, segundo disse, a transportadora está a fazer.

No comunicado, o PSD/Açores salienta que “a dificuldade de Vasco Cordeiro explicar os insucessos da governação socialista nos Açores não é novidade, mas, neste caso, é agravada pelo facto de o próprio ter, desde há quase dez anos, responsabilidades diretas na companhia aérea, primeiro como secretário regional da Economia, com a tutela do grupo SATA, e agora como chefe do executivo”.

“Espera-se, pois, de um governante com responsabilidades diretas na gestão de uma empresa pública, no caso a SATA, e perante os problemas operacionais e técnicos da companhia aérea, mais do que uma nota de intenções para que tudo volte à normalidade”, consideram os social-democratas.

O PSD/Açores defende que o presidente do Governo dos Açores deve explicar por que razões “a operação da SATA não está a conseguir dar resposta aos açorianos que precisam da companhia para se deslocar interilhas ou para fora da região, ou porque é que a transportadora está a falhar aos empresários e aos turistas que procuram” o arquipélago.

Para o partido, o chefe do executivo regional “deve essa explicação objetiva e cabal e não pode refugiar-se nas opções do conselho de administração do grupo SATA, já que se trata de um órgão da confiança e nomeado” pelo executivo regional.

 

AO/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top