Politica

PSD/Açores defende aposta no sector primário regional

O PSD/Açores vai avançar com a proposta de criação de um Centro do Leite e Planeamento Agrícola, tendo em vista “o fomento de políticas de previsibilidade e informação sobre o sector agrícola, contribuindo assim para que se possa responder a uma necessidade que tem sido apontada pela generalidade dos parceiros sociais e que é considerada uma urgência por causa do final do regime de quotas leiteiras”, disse hoje o deputado social democrata açoriano António Ventura.

Hoje, um grupo de deputados do PSD/Açores reuniu-se com a direção da Associação Agrícola da Ilha Terceira, tendo os sociais democratas açorianos defendido a necessidade “de se criar um organismo dedicado a acompanhar as políticas agrícolas e a dotar o sector da informação necessária que possa gerar maior competitividade dos agricultores açorianos, quer na Região, quer nos mercados externos”.

Segundo António Ventura, “os Açores precisam de um reforço de planeamento, porque persistem lacunas ao nível do conhecimento, que impedem o desenvolvimento de verdadeiras políticas agrícolas, estruturadas e pensadas no aumento do rendimento dos agricultores”, explicou.

“Infelizmente”, reforçou o deputado do PSD/Açores, “na nossa região, hoje, não se sabe a formação dos preços, das importações e exportações, não se sabe quanto custa produzir um litro de leite, um quilo de carne ou as contas das culturas nas ilhas. Não se fazem estudos prospetivos do mercado, não se acompanham os mercados nem se sabe o nosso grau de aprovisionamento alimentar. Isto “acaba depois por ter um efeito perverso: as políticas do governo regional são de reação, como no caso das quotas leiteiras, e não de ação para vencer constrangimentos”.

O Centro do Leite e do Planeamento Agrícola é umas das propostas que o PSD/Açores vai apresentar no âmbito do Plano e Orçamento para 2015, a par da aposta na formação dos pescadores regionais. Estas duas medidas, para os sociais democratas açorianos, “pretendem corporizar uma aposta muito forte no sector primário regional”.

De facto, consideram os sociais democratas açorianos, “a formação dos profissionais da pesca encontra-se atualmente ao abandono na nossa Região e essa é uma lacuna que está a prejudicar os pescadores e que tem de ser resolvida”.

Para o PSD/Açores “não faz sentido que a Região receba mais 43 milhões de euros no próximo ano diretamente dos impostos dos açorianos e que depois o Plano e Orçamento não concretize medidas essenciais para a nossa Região”.

Para o PSD/Açores, “a aposta no sector primário é mais importante do que o investimento de 2,9 milhões de euros que o governo quer fazer na Casa da Autonomia e que se destina apenas a satisfazer a vontade de alguns socialistas”.

“Os açorianos estão a passar por grandes dificuldades e o governo regional em vez de utilizar o dinheiro que vai receber a mais dos impostos dos açorianos em sectores importantíssimos da nossa economia pelos vistos prefere gastar milhões de euros em estruturas inúteis como a Casa da Autonomia”, defende o PSD/Açores.

PSD Açores/RL Açores

Comment here