PSD/Açores defende consenso para resolver problemas do serviço público audiovisual

O governo regional “tem de decidir se quer defender uma solução para a RTP e para a RDP nos Açores ou se quer utilizar os problemas do serviço público de audiovisual na Região como arma de arremesso partidária”, defendeu hoje, no parlamento regional, o presidente do PSD/Açores.

Duarte Freitas lamentou, por isso, “aquela que parece ser uma tentativa do governo regional e do Partido Socialista de provocar divergências quando todos devem estar unidos no essencial: a defesa do serviço público de rádio e televisão nos Açores”.

Para o presidente do PSD/Açores é, assim, “essencial que se encontre uma solução” aproveitando “a abertura que foi demonstrada pelo ministro Poiares Maduro aquando da sua recente deslocação ao arquipélago”.

“Se é verdade que a proposta que foi apresentada não responde cabalmente ao que consideramos ser o melhor para o serviço público audiovisual na Região, não deixa de ser verdade que foi demonstrada abertura para, em diálogo, atingir uma solução que a todos satisfaça”.

Para Duarte Freitas é, desta forma, “necessária boa fé de todas as partes para, num processo franco e aberto, se chegar a uma solução que permita ultrapassar os anos sucessivos de falta de investimento e de dificuldades que se têm registado”.

O presidente do PSD/Açores recordou, ainda, “que os problemas na televisão e na rádio pública não são da exclusiva responsabilidade de um partido ou de um governo. Mais importante do que encontrar responsáveis é encontrar soluções e é para isso que todos devem trabalhar”.

O líder dos sociais-democratas açorianos recordou que a posição do PSD/Açores “sobre este assunto sempre foi clara” recordando o trabalho feito pelo próprio parlamento regional, durante a última legislatura, e que “chegou a conclusões muito próximas daquelas que o PSD/Açores tem apresentado aos açorianos”.

Durante o debate de hoje, o PSD/Açores anunciou igualmente que vai entregar ao governo regional uma posição sobre a proposta apresentada pelo governo da República.

O contributo do PSD/Açores será entregue na sequência dos contactos que estão a ser feitos com os responsáveis da RTP/Açores de visitas às delegações e contactos com os trabalhadores e também depois de reunir com a Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada, que já manifestou vontade de analisar a possível entrada de empresas regionais no capital social da nova empresa proposta pela República.

PSD/Açores

 

Deixe uma resposta