Home / Politica / PSD/Açores defende o uso criterioso de herbicidas e pesticidas na Região
PSD/Açores defende o uso criterioso de herbicidas e pesticidas na Região

PSD/Açores defende o uso criterioso de herbicidas e pesticidas na Região

 

O PSD/Açores defende que o uso de herbicidas e pesticidas nos Açores “deve ser efetuado de uma forma criteriosa”, não tendo votado favoravelmente uma proposta legislativa que visava a proibição do uso na Região de herbicidas com glifosato.

“Os herbicidas com glifosato têm associado um conjunto de riscos aquando da sua utilização. Mas são produtos necessários e úteis, que não têm, para as mesmas finalidades, substitutos de igual eficácia no mercado”, sublinhou o deputado Luís Rendeiro, na sessão plenária de ontem.

O social democrata adiantou que, “também ao nível da protecção e conservação da natureza e das espécies endémicas dos Açores esse tipo de produtos é essencial, já que são aplicados em inúmeras acções de combate a espécies de flora invasora que se têm vindo a multiplicar na Região e que têm ameaçado a riqueza natural das nossas ilhas”, afirma.

“Claro que não basta legislar no sentido certo se depois não houver vontade nem capacidade de fazer cumprir as regras. E as regras têm de ser cumpridas, uma vez que os abusos e os erros devem ser evitados, tendo em conta a gravidade das suas consequências”, disse.

“Aliás, este governo do PS deu um muito mau sinal quando, no Plano e Orçamento Regionais para 2016, dotou, para inspecção e fiscalização ambiental, a singela verba de 5 mil euros. Está tudo dito”, adiantou Luís Rendeiro.

“Onde está então a solução para este problema? O PSD/Açores acredita que a solução está no uso criterioso destes produtos e não na sua proibição. Aliás, os agricultores são contra a proposta apresentada. E o que é que falha? Falha a fiscalização”, afirmou.

“Estes herbicidas não podem ser vendidos, detidos, armazenados, comprados ou utilizados por qualquer pessoa. O seu uso adequado, e uma fiscalização eficaz desse mesmo uso, são o caminho certo. E não o da proibição absoluta”, concluiu Luís Rendeiro.

GI PSD Açores/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top