Home / Politica / “Quanto mais forte for a Agricultura açoriana, mais fortes serão os Açores”, defende Berto Messias
“Quanto mais forte for a Agricultura açoriana, mais fortes serão os Açores”, defende Berto Messias

“Quanto mais forte for a Agricultura açoriana, mais fortes serão os Açores”, defende Berto Messias

O Presidente do Grupo Parlamentar do PS/Açores defendeu hoje que “uma agricultura forte será um importantíssimo contributo para uma Região económica e socialmente mais forte e melhor preparada para o futuro. Quanto mais forte for a agricultura Açoriana, mais fortes serão os Açores”.

“Dando seguimento a essa perspetiva, o Plano de Investimentos para 2016 na área da agricultura, florestas e desenvolvimento rural tem um reforço de 17%, num total de 164 Milhões de euros para o setor, um esforço que nos parece significativo e que materializa a opção política do Governos dos Açores e do Partido Socialista de continuar a apoiar fortemente a atividade agrícola”, defendeu Berto Messias à saída de uma reunião com a Federação Agrícola dos Açores para analisar as opções do plano de investimentos 2016 no sector, na sede da organização, na Ribeira Grande, em São Miguel.

O líder parlamentar do PS sublinhou que o “setor que está confrontado com desafios gigantescos”, como “o fim das quotas leiteiras, o embargo na Rússia, o mercado que é hoje cada vez mais aberto e liberalizado no setor do leite”, mas realçou também que, apesar deste cenário mais difícil, o Partido Socialista “não vai baixar os braços, pois sabemos que temos um produto com grande qualidade, que é valorizado em todo o mundo e não temos dúvidas que o setor da agricultura é hoje e será no futuro um pilar fundamental do desenvolvimento económico dos Açores”, realçou o líder parlamentar do PS, Berto Messias.

Nesse âmbito, Berto Messias relembrou ainda que a estas medidas no âmbito do Plano juntam-se um conjunto de ações que têm apoiado fortemente o sector.

“O processamento atempado de mais de 18 mil candidaturas a medidas do POSEI e do PRORURAL+, permitindo a transferência, de cerca de 54 milhões de euros de antecipação de pagamentos que englobam o setor do leite e da carne, a linha de crédito AgroCrédito de 30 Milhões de euros, o reforço da procura de novos mercados para os lacticínios dos Açores, a antecipação do pagamento de 70% do prémio à vaca leiteira, do prémio à vaca aleitante e do prémio aos produtores de leite, usando uma possibilidade que foi aberta pela Comissão Europeia de antecipar o máximo de ajuda possível que serão cerca de 8,5 milhões de euros que vão entrar mais cedo no setor leiteiro regional, o reforço do prémio à vaca leiteira nas ilhas de São Miguel e Terceira de 145 euros por cabeça para 190 euros ou a criação de uma linha de crédito para alivar os custos financeiros das explorações com empréstimos bancários já contraídos, são alguns exemplos de medidas criadas pelo Governo que apoiam e muito os produtores e o sector”, destacou Berto Messias.

GI PS Açores/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top