Home / Politica / Recomendação sobre o serviço SIV no Faial aprovada por unanimidade
Recomendação sobre o serviço SIV no Faial aprovada por unanimidade

Recomendação sobre o serviço SIV no Faial aprovada por unanimidade

Os deputados do PSD/Açores eleitos pelo Faial Carlos Ferreira e Luís Garcia congratulam-se pela aprovação por unanimidade, no parlamento açoriano, do projeto de resolução do PSD/Açores que recomenda ao Governo regional a adoção de medidas urgentes para garantir a regularidade e a estabilidade no funcionamento do serviço SIV no Faial.

No diploma entregue à Assembleia Legislativa dos Açores a 12 de janeiro e agora aprovado, os social-democratas açorianos apelam ao executivo regional para que estabeleça “um diálogo imediato com a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários do Faial, ilha onde se verificam frequentes períodos de paragem do referido serviço”, sublinhou Carlos Ferreira na apresentação que antecedeu a votação da iniciativa.

O deputado do PSD/Açores eleito pelo Faial reforçou ainda que “os períodos de inoperacionalidade” registados no serviço SIV em algumas ilhas, nomeadamente no Faial, configuram uma situação que “pode colocar em risco a vida das pessoas”.

Segundo Carlos Ferreira, “não só não foi cumprida a promessa feita em 2013, pelo então secretário regional da Saúde, de implementar o funcionamento 24 horas por dia, como ao longo do último ano foram frequentes os períodos de paragem e, mesmo nos dias em que funcionou, o turno 8h00/16h00 só se iniciou após a chegada do condutor que vem de outras ilhas”:

O deputado acrescenta ainda que “o motivo para esta disfuncionalidade reside no procedimento adotado em 2012 pela secretaria regional da Saúde, que optou por contratar diretamente elementos dos corpos de bombeiros à revelia das associações, para motoristas das viaturas SIV, na modalidade de ‘recibos verdes’”.

“A modalidade adotada tem ainda a característica adicional inadequada de levar a que os profissionais possam realizar 16 horas de trabalho seguidas (8 horas no SIV e 8 horas na corporação de bombeiros), aspeto suscetível de potenciar a degradação natural da qualidade do serviço e de aumentar o risco para os profissionais envolvidos e para terceiros”, alertou.

Na recomendação aprovada, o PSD/Açores defende que as Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários da Região “sejam formalmente envolvidas na prestação daquele serviço, pois podem, dado o conhecimento e experiência que têm, dar um contributo valioso para a regularidade do seu funcionamento”.

Os deputados do PSD/Açores recomendam ainda ao executivo açoriano que sejam avaliadas “a necessidade e a vantagem de aplicação de um modelo adequado a todas as ilhas onde funciona o serviço SIV, uniformizando essa valência na Região”.

GI PSD Açores/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top