Ultimas
Home / Destaque / Resíduos do matadouro de São Jorge e da conserveira Santa Catarina “têm tratamento terceiro-mundista”
Resíduos do matadouro de São Jorge e da conserveira Santa Catarina “têm tratamento terceiro-mundista”

Resíduos do matadouro de São Jorge e da conserveira Santa Catarina “têm tratamento terceiro-mundista”

O PSD/Açores considerou hoje “inadmissível” a situação terceiro-mundista em que o Governo Regional está a deixar a ilha de São Jorge “no que diz respeito aos resíduos do matadouro e da conserveira Santa Catarina”.

A crítica é do deputado António Pedroso, que efetuou um conjunto de visitas, e que exige, “por parte da tutela”, uma rápida solução “para a destruição das carcaças e dos restos de matadouro, bem como para os resíduos da industria do atum, de modo a por fim ao que pode vir a tornar-se num sério problema de saúde publica em São Jorge”, afirmou.

O social-democrata lembra que “a construção da nova central de tratamento de resíduos da ilha, que custou cerca de 6 milhões de euros, não contempla os referidos poluentes orgânicos, ficando também sem tratamento as carcaças dos animais que morrem nas explorações pecuárias jorgenses, e que não têm outra alternativa que não seja a deposição em aterro sanitário”, adiantou.

Para António Pedroso, é o Governo Regional, “dono do matadouro, dono da fábrica de conservas e responsável pela política de gestão dos resíduos nos Açores, um dos principais poluidores da ilha, contribuindo para fragilizar o seu património ambiental e criando condições de insalubridade que não se aceitam no século XXI”.

O deputado do PSD/Açores deu assim voz “à generalizada preocupação com a presente falta de resposta para o tratamento daqueles resíduos uma vez que, até agora, não se conhece uma estratégia de atuação para aquando da selagem em definitivo dos aterros sanitários”, concluiu.

PSD Açores

 

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top