Home / Politica / Responsabilidades financeiras da Região ultrapassam 3 mil milhões de euros, denuncia Graça Silveira
Responsabilidades financeiras da Região ultrapassam 3 mil milhões de euros, denuncia Graça Silveira

Responsabilidades financeiras da Região ultrapassam 3 mil milhões de euros, denuncia Graça Silveira

 

A Vice-presidente do Grupo Parlamentar do CDS-PP Açores, Graça Silveira, denunciou, esta terça-feira, que “a maior parte da riqueza produzida pelos Açorianos é atualmente canalizada para pagamento das dívidas contraídas pelo Governo socialista”, referindo que as responsabilidades financeiras da Região já superam os 3 mil milhões de euros.

Numa análise à Conta da Região relativa ao ano 2013, Graça Silveira fez as contas que exaltaram o Vice-presidente do Governo: “Em 2013, a dívida da administração pública foi de 808,7 milhões de euros, a qual foi inflacionada com a dívida das empresas públicas de 912,9 milhões de euros, perfazendo uma dívida do sector público de 1721,6 milhões de euros. Se acrescentarmos os encargos com as PPP (Parcerias Público-Privadas) de 556,7 milhões de euros; as responsabilidades dos avales concedidos às empresas públicas, no montante de 488 milhões de euros; e as 23 cartas de conforto (passadas também às empresas públicas regionais) no valor de 347 milhões de euros, o total da dívida da Região ultrapassa os 3 mil milhões de euros”.

A parlamentar popular acrescentou que “praticamente 90% da riqueza que os açorianos produzem é única e exclusivamente para pagar dívidas socialistas”. Neste sentido, alertou que “nós, os nossos filhos e os nossos netos” estão a braços com uma dívida pública que “já começa a ser verdadeiramente assustadora”.

“Podem mandar vir low cost, podem pedir os milhões que quiserem para a agricultura, que nós, os nossos filhos e os nossos netos, vamos continuar a pagar, por muitos anos, as dívidas que o governo socialista contraiu”, criticou.

Por outro lado, a Vice-presidente da bancada democrata-cristã prosseguiu dizendo que “olhando para os números da Conta da Região de 2013, rapidamente concluímos que se as empresas públicas pagassem o que devem aos seus fornecedores, o Governo estaria a injetar nestas pequenas empresas, capital suficiente para alavancar a economia dos Açores” e que “numa Região pequena, com uma economia frágil e ultraperiférica, como a nossa, estes números começam a ser verdadeiramente assustadores”.

Porém, o maior problema é que “com toda esta dívida os Açorianos nem sequer estão a ser beneficiados”, advertiu, aludindo ao facto de “o desemprego aumentar”, “as listas de espera na saúde crescerem”, “não temos melhores transportes marítimos” e “na educação estamos em último lugar a nível nacional”.

Para Graça Silveira, “esta dívida não é um investimento para a Região. Esta dívida é única e exclusivamente o resultado duma gestão desastrosa desta governação socialista”, ironizando que “só podemos concluir que os superavit’s que o Sr. Vice-presidente do Governo tanto fala, serem afinal superavit’s de derrapagem orçamental”.

GI CDS-PP Açores/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top