Roedores são únicos beneficiados das políticas socialistas de gestão de resíduos em S.Jorge, afirma António Pedroso

António Pedroso confrontou esta quarta-feira a Secretária Regional do Ambiente sobre a situação do Centro de Processamento de Resíduos da ilha, que considerou, ironicamente, que atualmente apenas é bom para os ratos.

O deputado social-democrata eleito pela ilha de São Jorge lamentou ainda a solução encontrada pelo Governo Regional quanto ao destino final dos animais mortos e respetivas carcaças que já não podem ser depositados nos aterros.

Com uma verba superior a um milhão de euros para a selagem dos aterros, o parlamentar questionou Marta Guerreiro se esta verba trará uma solução melhor para o depósito de animais mortos e para as carcaças.

A Secretária Regional do Ambiente diz que a verba plasmada no orçamento relativamente à selagem dos aterros de São Jorge não contempla nenhuma solução para as carcaças de animais mortos, referindo quais as soluções a serem adotadas nesse sentido.

Liliana Andrade/RL Açores

Deixe uma resposta