Home / Politica / Secretário Regional confirma incapacidade socialista na aquacultura, condena o PSD
Secretário Regional confirma incapacidade socialista na aquacultura, condena o PSD

Secretário Regional confirma incapacidade socialista na aquacultura, condena o PSD

 

O PSD/Açores destacou hoje o facto de ter sido o próprio Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia em funções “a confirmar a incapacidade dos governos socialistas, nomeadamente em relação ao enorme falhanço que foram as iniciativas para desenvolver a aquacultura da Região”, disse o deputado Luís Garcia.

Numa intervenção em plenário, o social democrata fez uso de declarações públicas em que o referido governante diz que “os Açores não podem continuar a fechar os olhos à aquacultura, foi o senhor secretário quem o disse, e isso é bem sintomático de como as coisas são”, adiantou.

Luís Garcia lembrou que, “já no Plano e Orçamento de 2009 se referia a intenção de promover e desenvolver a aquacultura nos Açores, uma realidade que se repetiu em 2010, 2011, 2012, aqui até referindo a intensificação de algo que não se fez, e esse mesmo objetivo foi colocado também nos planos de 2013, 2014 e 2015”, referiu.

O social democrata lembra que “foram alocadas verbas anuais significativas, como 2 milhões de euros (2009 e 2010), 1,8 milhões de euros (2011), 2,5 milhões de euros (2012), 1,5 milhões (2013) e 1,6 milhões de euros em cada um dos dois últimos anos. Tudo visando a aquacultura nos Açores”, enumerou.

“Quais foram os resultados de todos estes milhões?”, questionou Luís Garcia, que pediu mesmo explicações ao antigo governante José Contente sobre “como foram gastos cerca de 13 milhões de euros? A transparência na vida pública exige que seja explicado aos açorianos para onde foi todo este dinheiro”, avançou.

“Há todo um passado, que infelizmente não tem só coisas boas, e o senhor é herdeiro de toda a inacção que o antecedeu”, disse Luís Garcia ao atual titular das pastas do Mar, Ciência e Tecnologia, Fausto Brito e Abreu.

Luís Garcia considera que as pretensões do governo regional agora avançadas” não passam de uma iniciativa tardia, porque há muito tempo que deviam estar implementadas e consagradas a biotecnologia ou a aquacultura, apostas que poderiam ter sido há muito uma fonte de geração de riqueza e de emprego, que poderiam ajudar a atenuar as enormes quebras de rendimentos dos nossos pescadores e a diminuir o esforço de pesca”, criticou.

O deputado referiu ainda que, “segundo nos foi agora dito, o governo regional está a fazer um plano, está a fazer o mapeamento. Parece que agora é que vai ser, segundo diz o senhor secretário. Esperemos para ver”, concluiu.

GI PSD Açores/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top