Home / Açores / Secretário Regional da Agricultura e Ambiente congratula-se com distinção de vinhos do Pico
Secretário Regional da Agricultura e Ambiente congratula-se com distinção de vinhos do Pico

Secretário Regional da Agricultura e Ambiente congratula-se com distinção de vinhos do Pico

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente congratulou-se esta terça-feira com a histórica pontuação atribuída a três vinhos brancos do Pico pela revista norte-americana ‘The Wine Advocate’, de Robert Parker Jr., um dos mais influentes críticos de vinhos do mundo.

Numa escala de 100 pontos, o ‘Arinto dos Açores 2014 by António Maçanita’ e o “Arinto dos Açores Sur Lies 2014 by António Maçanita’ receberam 92 pontos, enquanto o ‘Verdelho O Original 2014 by António Maçanita’, foi classificado com 90 pontos.

Luís Neto Viveiros salientou que esta distinção dos vinhos produzidos pela Azores Wine Company contribui para a notoriedade internacional dos Açores e dos seus produtos, e atesta, uma vez mais, a crescente qualidade dos vinhos açorianos, além de confirmar a aposta do Governo dos Açores na dinamização desta produção e no seu potencial de criação de riqueza e emprego.

O titular da pasta da Agricultura, além do reconhecimento público ao investimento realizado pelos produtores, empresas e cooperativas e pelo imprescindível papel dos enólogos envolvidos, destacou também o trabalho desenvolvido pelos técnicos dos Serviços de Desenvolvimento Agrário e do Laboratório Regional de Enologia.

O Governo dos Açores implementou na atual legislatura um plano de ação para recuperar, preservar e incentivar de forma integrada o aproveitamento de todo o potencial de riqueza da paisagem da vinha e da produção de vinho no arquipélago.

Este plano, que concretiza a medida ‘Potenciar o Setor Vitivinícola’, inscrita na Agenda Açoriana para a Criação de Emprego e Competitividade Empresarial, inclui a promoção de cursos de formação planeados de acordo com as necessidades de cada ilha e a revitalização das vinhas, facultando material vegetativo das castas tradicionais dos Açores.

Por outro lado, estão em vigor significativos apoios à reestruturação de vinhas, contribuindo para o aumento da área de reestruturação e apta a produzir vinhos de Denominação de Origem (DO) e Identificação Geográfica (IG), no âmbito do programa VITIS.

O Governo dos Açores criou também um novo sistema de incentivos à manutenção de paisagens tradicionais da cultura da vinha em currais e em socalcos e de pomares de espécies tradicionais situados em áreas de paisagem protegida, suportado exclusivamente por fundos regionais e que se aplica a todo o arquipélago.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top