Home / Destaque / Segurança na Internet foi tema de sessões de esclarecimento na EPISJ (c/áudio)
Segurança na Internet foi tema de sessões de esclarecimento na EPISJ (c/áudio)

Segurança na Internet foi tema de sessões de esclarecimento na EPISJ (c/áudio)

SeguraNet é um projeto que tem por base consciencializar os grupos mais vulneráveis para a pática de uma Internet mais segura, que foi o tema central das sessões de esclarecimento que decorreram na terça-feira no auditório da Escola Profissional de São Jorge. Uma iniciativa conjunta da Direção Geral da Educação e do Município das Velas.

Durante o dia de terça-feira, em sessões destinadas aos alunos da Escola Profissional e da Escola Básica e Secundária das Velas, Maria José Loureiro, professora na Universidade de Aveiro e oradora principal deste projeto, referiu que é importante que os jovens estejam conscientes dos perigos adjacentes à internet.

“É importantíssimo que eles (os jovens) estejam conscientes que há perigos dos quais incorrem ao tomarem determinadas atitudes, assim como há regras na vida real tem que haver regras na vida virtual”, frisou a oradora.

Maria José Loureiro ressalvou que “está provado que os jovens destas faixas etárias nbão conseguem bem destrinçar aquilo que é a vida real da vida virtual”, sendo “fundamental terem consciência deste tipo de perigos, de riscos que correm pelo menos para serem navegadores mais cibernautas, mais conscientes e mais esclarecidos e com uma capacidade de decisão maior”.

Maria José Loureiro ressalvou, no entanto, que a Internet não traz só coisas más, bem aproveitada é importante ferramenta de trabalho.

Dinis Matos, psicólogo na Escola Profissional de São Jorge, falou em perigos associados à Internet como a prática de Cyberbullying.

“É basicamente o bullying que nós ouvimos falar nas escolas a nível físico e de agressões verbais só que feito através de uma rede social”, foi a definição que Dinis Matos deu de Cyberbullying. Uma prática cada vez mais recorrente, onde vários jovens, de ambos os sexos, podem ver a sua vida completamente deturpada, com montagem de vídeos, fotografias que põem em causa uma série de comportamentos.

“Geralmente o que acontece é que essas pessoas (as vítimas) vêm a sua vida um pouco exposta e comentada por pessoas com boas intenções mas também com más intenções”, referiu o psicólogo.

Dinis Matos explicou que muitos jovens partilham a sua privada nas redes sociais muita vez “à procura de aceitação” e é aí que aparece alguém que sabe exatamente como aproveitar essa fragilidade.

Por outro lado, Janete Fonseca, vereadora do Município das Velas, que foi promotor deste evento, alertou para outro tipo de problema no mau uso das redes sociais, que está ligado ao mundo laboral.

“Em relação aos empregadores é importante porque estes alunos em pouco tempo entrarão no mercado de trabalho e têm que ter a noção de que aquilo que publicam hoje ficará para sempre registado e os empregadores têm acesso a isso”.

A vereadora ressalvou ainda que é importante que os jovens “se protejam”, porque para além dos entraves relacionados com a vida laboral, existem “pessoas com outras intenções, com más intenções”.

SeguraNet consciencializou também Pais e Encarregados de Educação

O evento SeguraNet, por uma internet mais segura, continuou na terça-feira ao fim do dia, mas já destinado aos pais, encarregados de educação e população em geral.

Paulo Silveira falou à comunicação social como pai e como presidente da Associação de pais e Encarregados de Educação da EBS de Velas, lamentando a fraca adesão à iniciativa, mas elogiando o evento e a importância de os pais acompanharem os filhos no mundo que é a Internet.

“Isto reflete muito a realidade que os nossos filhos são nativos digitais e nós somos apenas emigrantes digitais”, afirmou Paulo Silveira, ao referir-se ao facto de que os jovens têm muita mais facilidade que os pais em manusear a Internet, salientando que os pais é que têm que “ter aa capacidade de os acompanhar, ser vigilantes e aprender com eles”.

Paulo Silveira revelou também que é intenção da Associação de Pais e Encarregados de Educação promover uma formação sobre Internet para que possam acompanhar os filhos.

Roger Sousa, presidente do conselho executivo da Escola Profissional de São Jorge, fez um balanço do evento que decorreu no auditório da escola ao longo do dia, destacando a importância deste tipo de ações.

SeguraNet uma iniciativa promovida pelo Município das Velas em parceria com a Direção Geral da Educação, de maneira a consciencializar os públicos mais vulneráveis para alguns dos constrangimento que um mau uso da Internet pode trazer.

Liliana Andrade/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top