Home / Politica / Serrão Santos defende agenda de cooperação com o Canadá
Serrão Santos defende agenda de cooperação com o Canadá

Serrão Santos defende agenda de cooperação com o Canadá

Ricardo Serrão Santos terminou, esta sexta-feira, uma visita de uma semana ao Canadá.  OEurodeputado integrou a delegação da Comissão Inter-parlamentar UE-Canadá que se deslocou àquele país para uma série de encontros com agentes políticos e económicos. Depois de ter estado com a comunidade açoriana em Montreal, nas celebrações do Espírito Santo na Igreja de Santa Cruz e de ter participado no dia dos Açores na Casa dos Açores do Québec, o eurodeputado deslocou-se a Otava.

Naquela cidade os eurodeputados participaram em sessões de trabalho conjuntas com  ministros, senadores e deputados, subordinadas a temas como o CETA, o aquecimento global e as energias renováveis. Os deputados europeus tiveram ainda oportunidade de visitar o grande porto de Montreal no final da visita na sexta-feira.

À margem das atividades da delegação Serrão Santos reuniu com Trever Swerdfager, Adjunto do Ministro a política dos oceanos e coordenador da Agenda para a Investigação do Atlântico e David Scott, Presidente do Centro para o Conhecimento Polar, com os quais discutiu a agenda de investigação para o Atlântico e a colaboração bi-lateral.

No final da visita, em declarações aos órgão de comunicação lusófonos, Ricardo Serrão Santos fez um balanço muito positivo da visita. Começou por afirmar que “a nova agenda política canadiana, que se iniciou com a liderança do Primeiro-Ministro Trudeau, vai ao encontro do que temos vindo a defender. O Canadá começa a estar na linha da frente na afirmação de um modelo de desenvolvimento sustentável demonstrando-o através das opções internas que têm sido tomadas para mitigar o aquecimento global e não só adaptar”, são disso exemplo as novas políticas energéticas a serem implementadas até 2030 nas províncias do Quebec e do Ontário.

Quanto à investigação no Atlântico e à proteção do Atlântico e do Ártico, oceanos adjacentes, o eurodeputado também ficou bastante satisfeito com o que viu e ouviu “há uma vontade clara do Canadá em investir no aprofundamento do conhecimento sobre o atlântico e de aprofundar as relações com a UE e com Portugal”, acerca do Ártico merece registo a adesão do Canadá às perspectivas da criação de áreas de proteção especial no âmbito da CBD, no contexto do que ficou conhecido como “Critérios dos Açores”.

Outro dos temas abordado foi o acordo de comércio livre entre a União Europeia e o Canadá.  Serrão Santos realçou as preocupações sobre um possível contágio e de injusta confusão entre acordo de comércio livre com o Canadá com aquilo que se começa a saber sobre o TTIP, o acordo de comércio livre com os Estados Unidos, “os deputados, o governo canadiano e o sector produtivo veem com muito interesse o sucesso do CETA e advogam a sua rápida aprovação. No entanto, durante as discussões foi nítida a preocupação, quer da parte do Canadá, quer dos deputados Europeus de que o progresso possa ser negativamente contaminado com as dúvidas que aumentam relativamente ao tratado paralelo com os EUA. São duas realidades distintas e é importante que não as deixemos confundir”, afirmou Serrão Santos. O debate desenvolveu-se em torno da dinamização das importações por parte do Canadá de produtos lácteos de origem açoriana que apresentam características específicas de qualidade, como por exemplo o caso do queijo de São Jorge.

Serrão Santos realçou “o facto de no Canadá vigorar um regime de quotas de produção de leite que protege os seus produtores, mas os consumidores podem estar abertos a produtos diferenciados pela sua qualidade, portanto temos que aproveitar este canal de abertura com o novo acordo de comércio e contar também com a comunidade açoriana para disseminar a reputação dos nossos produtos açorianos naquele país, para além do investimento institucional e diplomático que pode e deve fazer-se também neste sentido”.

GI Eurodeputado RSS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top