Home / Cultura / Sociedade Filarmónica União Popular da Ribeira Seca promoveu formação musical para jovens músicos de toda a ilha (c/áudio)
Sociedade Filarmónica União Popular da Ribeira Seca promoveu formação musical para jovens músicos de toda a ilha (c/áudio)

Sociedade Filarmónica União Popular da Ribeira Seca promoveu formação musical para jovens músicos de toda a ilha (c/áudio)

A Filarmónica Sociedade União Popular da Ribeira Seca promoveu uma formação musical para as bandas filarmónicas da ilha de São Jorge.

A formação de uma semana contou com mais de 20 participantes com idades entre os 10 e os 20 anos e com formadores da ilha Terceira que frequentam o Conservatório Regional e o Ensino Superior em Música, terminando com um concerto no salão da Sociedade União Popular.

Numa ilha com 14 filarmónicas participaram apenas quatro nesta formação, nomeadamente a Filarmónica da casa, a Filarmónica Estímulo da Calheta, a Recreio Terreirense e a Filarmónica de Santo Amaro.

A iniciativa partiu de Sérgio Cabral, um jovem músico da ilha, que explicou ainda, em entrevista à RL Açores. O que foi “ensinado” nesta formação.

A Sociedade União Popular apoiou a iniciativa, com André Fernandes, vice-presidente da Direção, a considerar que este tipo de formações são essenciais para as filarmónicas da ilha.

Na formação participaram jovens entre os 10 e os 20 anos que levam agora para as suas bandas diversos ensinamentos, como é o caso de Madalena Rocha, da Banda Filarmónica de Santo Amaro, e Mariana Seabra da Banda Filarmónica Estímulo, respetivamente.

A nível técnico uma das formadoras, Leonor Festa, e o maestro Miguel Moutinho fizeram um balanço positivo da formação.

A iniciativa englobou formação em vários naipes e um estágio de orquestra, culminando com um concerto na sociedade união popular da ribeira seca.

 

 

 

 

Liliana Andrade/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top