Sofia Ribeiro compromete-se a procurar respostas para setor cooperativo da ilha de São Jorge

A candidata dos Açores ao Parlamento Europeu na coligação Aliança Portugal comprometeu-se hoje a reunir, assim que seja eleita, com os agentes da fileira do leite de São Jorge para analisar a situação do setor cooperativo, alegando que é “incompreensível” que os lavradores da ilha tenham um rendimento “tão baixo”.

“É incompreensível que um setor que produz um queijo de grande qualidade, certificada pela União Europeia, esteja a atravessar os problemas que todos conhecemos. É também incompreensível que os lavradores de São Jorge tenham um rendimento tão baixo do seu trabalho, produzindo com um leite que é da maior qualidade nos Açores”, afirmou Sofia Ribeiro no final de uma visita à fábrica da Uniqueijo.

A candidata açoriana da coligação PSD/CDS-PP ao Parlamento Europeu apresentou como compromisso reunir, depois de tomar posse, com todos os agentes do setor leiteiro da ilha de São Jorge “após a emissão, por parte do comissário europeu da Agricultura, do relatório final sobre a fileira do leite na Europa”, documento que deverá ser conhecido até final de junho.

“Depois de serem conhecidas as propostas apresentadas nesse relatório, virei a São Jorge reunir com os dirigentes do setor cooperativo e fazer uma visita alargada às explorações, com o objetivo de sentar todos à mesma mesa para chegar a uma conclusão”, salientou.

Sofia Ribeiro defendeu a necessidade de existir uma “articulação muito grande entre todos os intervenientes na fileira do leite” na ilha de São Jorge “para que se possam obter respostas”, lembrando que a União Europeia “está a trabalhar nessas respostas”.

“A União Europeia está a trabalhar na emissão dessas respostas, nomeadamente no apoio ao comércio interno e externo. Precisamos, por isso, de ter uma articulação interna para nos adaptarmos às normas europeias e também para fazer com que essas normas venham ao encontro das pretensões dos agentes do setor na ilha de São Jorge”, afirmou.

 

Deixe uma resposta