Home / Politica / Sofia Ribeiro responsabiliza Ministro das Finanças pela solução do problema dos fundos
Sofia Ribeiro responsabiliza Ministro das Finanças pela solução do problema dos fundos

Sofia Ribeiro responsabiliza Ministro das Finanças pela solução do problema dos fundos

A Eurodeputada Sofia Ribeiro interveio esta terça-feira, em representação da Comissão do Emprego e Assuntos Sociais, na audição ao Ministro das Finanças português, Mário Centeno, no âmbito do diálogo estruturado entre o Parlamento Europeu e a Comissão Europeia sobre a suspensão de fundos a Portugal e Espanha.

Sofia Ribeiro afirmou que o procedimento por défice excessivo em causa “é uma trapalhada sem justificação”, recordando a pergunta escrita que havia colocado à Comissão Europeia em Junho passado, onde reforçou “o significativo esforço feito pelos Portugueses desde 2010 que resultou numa substancial redução do défice de 7 pontos percentuais, justificaria, só por si, a aplicação do regime de excepção para que não nos fosse aplicada qualquer penalização”.

A Eurodeputada não compreende que a discussão sobre a aplicação de sanções ou não suspensão de fundos a Portugal ainda esteja em cima da mesa, apelidando-a de “estéril” e “esquizofrénica”, acrescentando mesmo que “teria sido evitada se o Governo de Portugal tivesse questionado a Comissão Europeia relativamente ao valor do défice português, quando agora assume no orçamento de Estado para 2017 que, em 2015, o nosso défice foi de 2,98% (sem o efeito Banif) e, portanto, abaixo, dos 3% acordados”.

Sofia Ribeiro não concorda com a posição da Comissão Europeia de que uma possível suspensão de fundos ao nosso país não terá qualquer efeito social e não afetará a criação de emprego e o combate à pobreza, defendendo que o Estado Português tem responsabilidades em clarificar estas afirmações. A Eurodeputada entende que compete ao Ministro das Finanças desmascarar esta incongruência e garantir que o nosso país será económica e socialmente sustentável num futuro próximo, o que implica criar emprego de qualidade e garantir a sustentabilidade da Segurança Social.

A deputada social-democrata finalizou a sua intervenção relembrando que “a larga maioria dos deputados do Parlamento Europeu é contra este processo de aplicação de sanções a Portugal” e que Mário Centeno “talvez nunca tenha tido um ambiente tão favorável, com apoios da esquerda à direita, para a defesa do nosso país”. “Está, portanto, nas suas mãos uma de duas opções: ou permite a continuação deste processo ridículo, com prejuízos para a imagem do nosso país, ou cumpre com os compromissos que Portugal sempre assumiu com os seus parceiros europeus e que garantem um futuro decente para os Portugueses”, finalizou Sofia Ribeiro.

GI Eurodeputada Sofia Ribeiro/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top