TAP tem que cumprir as obrigações de serviço público nos Açores”, alerta Carlos César

O cabeça de lista do PS Açores às próximas eleições legislativas defendeu, este domingo, que a TAP deve cumprir com as obrigações de serviço público para com os Açores. Em declarações à comunicação social, à margem de uma visita que a candidatura socialista realizou a um empreendimento turístico em S. Jorge, Carlos César revelou ter “dúvidas” quanto ao futuro da transportadora aérea nacional que foi recentemente privatizada.

“Se o Governo da República da responsabilidade do PSD e do CDS/PP deixou que a empresa não cumprisse as suas obrigações de serviço público, anulando rotas importantes como no Faial e no Pico, não admira que, agora sendo privada, a transportadora aérea queira prescindir do serviço que devia prestar aos Açores”, alertou.

Carlos César manifestou ainda a sua convicção de que o próximo Governo da República zele para que a TAP cumpra as suas obrigações para com a Região.

“Vamos ver, se pelo menos, a SATA pode, de certa forma, suprir essas lacunas que a transportadora aérea nacional tem tido e que, infelizmente, poderá continuar a ter. De qualquer modo, o próximo Governo da República e os deputados na Assembleia da República terão que cuidar com muita firmeza para que a TAP cumpra as suas obrigações de serviço público nos Açores”, concluiu.

Carlos César, que também é Presidente do PS a nível nacional, encontra-se na ilha de S. Jorge, onde tem realizado um conjunto de encontros e reuniões com diversas entidades e organismos locais.

GI PS Açores/RL Açores

Deixe uma resposta