Home / Açores / Turismo contribui para gerar riqueza e melhorar qualidade de vida de todos os Açorianos, afirma Vítor Fraga
Turismo contribui para gerar riqueza e melhorar qualidade de vida de todos os Açorianos, afirma Vítor Fraga

Turismo contribui para gerar riqueza e melhorar qualidade de vida de todos os Açorianos, afirma Vítor Fraga

O Secretário Regional do Turismo e Transportes, Vítor Fraga, afirmou, no Pico, que a promoção do consumo de produtos locais junto dos visitantes é a forma mais fácil de os exportar, permitindo que o turismo assuma o papel de uma força indutora de desenvolvimento em outros setores de atividade, contribuindo para gerar riqueza e melhorar a qualidade de vida de todos os Açorianos.

Vítor Fraga, que falava sexta-feira na abertura do ‘Quiosque do Triângulo’, no âmbito do festival Cais de Agosto, considerou que esta iniciativa é “um bom exemplo” do que deve ser a promoção local dos produtos regionais.

“A forma mais económica que temos de exportar é fazer que quem nos visita consuma os nossos produtos”, frisou Vítor Fraga, recordando que uma região insular e arquipelágica como os Açores tem associados custos de contexto, nomeadamente os de transporte.

Neste âmbito, o Secretário Regional assinalou a importância de consciencializar todos, desde entidades públicas a privadas, até à população, para promoverem permanentemente os produtos regionais.

“Numa região como a nossa, o turismo só é bom se for efetivamente bom para quem cá vive”, nomeadamente através da criação de riqueza, gerando e preservando postos de trabalho, frisou.

“É criar uma dinâmica económica em que todos possam beneficiar, de Santa Maria ao Corvo”, afirmou o titular da pasta do Turismo, destacando que a Região enfrenta o desafio da construção de “um destino cada vez melhor e um destino que visa sustentabilidade” económica, social e ambiental.

Na sua intervenção, Vítor Fraga salientou que 2015 foi o melhor ano de sempre para o turismo nos Açores, tendo a Região ultrapassado pela primeira vez um milhão e meio de dormidas, adiantando que, no caso concreto do ‘Triângulo’, foi ultrapassada pela primeira vez a barreira das 250 mil dormidas.

“Os primeiros meses deste ano mostram que estamos numa trajetória de consolidação de todo este trabalho”, acrescentou, destacando a importância do ‘Triângulo’  no contexto da oferta da Região, nomeadamente ao nível do Turismo em Espaço Rural, onde esta zona do arquipélago possui 40% do total da oferta das camas existentes neste tipo de tipologia.

“De acordo com os números que são conhecidos à data, esta tipologia tem um crescimento neste ano, relativamente ao ‘Triângulo’, superior a 90%”, afirmou o Secretário Regional, considerando este valor demonstrativo do trabalho de qualidade que tem vindo a ser desenvolvido, ”numa perspetiva de que todas as ilhas possam crescer e acompanhar esta dinâmica que se vive num setor que é estruturante para a Região”.

Vítor Fraga salientou que os Açores são ainda um destino jovem, frisando que há ainda passos a dar ao nível da consolidação da notoriedade, que tem de ser feita “de uma forma célere, naturalmente, mas com passos seguros, não correndo o risco de, sobre alguns pretextos, de criar submarcas, nos dispersarmos daquilo que é o fundamental na construção de um destino turístico”.

Nesse sentido, destacou o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido no ‘Triângulo’, realçando a complementaridade que existe entre as várias ilhas, “criando um conjunto fortemente competitivo e que contribui de uma forma determinante para a qualificação” em termos da oferta turística do destino Açores.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top