Politica

“Um governo do PSD nos Açores seria igual ou pior ao Governo do PSD de Pedro Passos Coelho”, refere Berto Messias

“Nesse congresso do PSD/Açores verificámos apenas duas coisas; ataques violentos e destemperados ao Partido Socialista e ao Governo dos Açores e grandes elogios e manifestações de fidelidade e apoio a Pedro Passos Coelho e ao PSD nacional e à sua conceção do papel do Estado, que tem resultado numa política de austeridade sem precedentes. Isto leva-nos a concluir que um Governo dos Açores liderado pelo atual PSD seria igual ou ainda pior que o atual Governo da República, o que seria muito negativo para o desenvolvimento da nossa Região”, realçou Berto Messias.

O Presidente do Grupo Parlamentar do PS, questionado pelos jornalistas sobre o Congresso do PSD/Açores do último fim-de-semana, falava à margem de uma visita à Empresa de distribuição alimentar EMATER, na Ilha Terceira.

Messias defendeu a necessidade de “todos se mobilizarem para ajudar o desenvolvimento dos Açores e a melhoria dos indicadores económicos e sociais da nossa Região. Ao invés de estarem permanentemente a atacar e a falar mal”.

“Espera-se que um Partido que quer ser alternativa apresente ideias concretas e diga como faria diferente, como enfrentaria a crise, de que forma poderia contrariar a politica de austeridade dos seus parceiros nacionais com os cortes de ordenados, de pensões e com o aumento de impostos, com o corte de subsídios de férias e de Natal ou com a redução das transferências para os Açores, como e o quê o PSD faria de diferente?”, questionou Messias.

“Estamos aqui a visitar mais uma empresa que tem crescido, tem criado emprego de forma sustentável e que se enquadra no conjunto de boas empresas que temos na Região. Esta empresa tem feito um caminho positivo, também devido ao esforço e à responsabilidade dos nossos empresários que não viram a cara à luta e que têm sabido valorizar o nome dos Açores”, referiu Berto Messias.

O líder parlamentar socialista valorizou esta empresa por “aderir às medidas de apoio que o Governo dos Açores disponibiliza às empresas, nomeadamente através dos programas ‘INTEGRA’ e ‘Berço de Emprego’” e por “estar a apostar fortemente na comercialização dos produtos regionais, valorizando a Marca Açores”.

Berto Messias valorizou ainda os indicadores económicos recentes que “mostram alguns sinais animadores no crescimento da atividade económica ou os números conhecidos hoje do Instituto de Emprego e Formação Profissional, que indicam a redução do número de inscritos nos Centros de Emprego dos Açores”.

“São dados animadores que consolidam a tendência de melhoria económica e social que estamos a conseguir implementar, apesar de ainda estarmos sujeitos a condicionalismos externos que dificultam a nossa ação, mas com exemplos como este que visitamos hoje e com a continuação das políticas públicas que temos desenvolvido, estamos certos que vamos ultrapassar esta fase difícil e iniciar um novo ciclo de desenvolvimento dos Açores”, referiu o dirigente socialista.

GI PS Açores/RL Açores

Comment here