Home / Açores / Vasco Cordeiro anuncia investimentos de 88 ME em energias renováveis estratégicos para a sustentabilidade da Região
Vasco Cordeiro anuncia investimentos de 88 ME em energias renováveis estratégicos para a sustentabilidade da Região

Vasco Cordeiro anuncia investimentos de 88 ME em energias renováveis estratégicos para a sustentabilidade da Região

O Presidente do Governo dos Açores anunciou hoje, aquando da inauguração do investimento hídrico na ilha das Flores, um investimento de cerca de 88 milhões de euros, entre 2016 e 2019, no setor das energias renováveis, o que prova a importância estratégica deste setor para o progresso e sustentabilidade futura da Região.

“Para os próximos quatro anos, o investimento nas energias renováveis será de cerca de 88 milhões de euros, valor que é significativo da aposta e da importância que este setor tem, do ponto de vista da estratégia que estamos a seguir, para o nosso desenvolvimento futuro”, afirmou Vasco Cordeiro.

“No conjunto e após a concretização do total de investimentos em energias de origem endógena na Região, será possível atingir uma taxa de penetração de cerca de 56,7 por cento na Região”, salientou o Presidente do Governo, sublinhando ainda que a Região mais do que duplicou os índices internacionais de penetração de energias renováveis, atingiu já 36,3%, quando o relatório ‘Renewable Energy Progress and Biofuel Sustainability’ aponta o valor de 15,3% de penetração de energias renováveis no contexto da União Europeia.

“Isso é significativo para que sirva, por um lado, de incentivo e, por outro, de prova daquilo que é possível fazer deste ponto de vista e da necessidade de continuarmos a investir nesta área, não apenas para o cumprimento de padrões internacionais, mas, sobretudo, porque tem a ver com o nosso progresso e com a sustentabilidade da Região que queremos ser no futuro”, salientou Vasco Cordeiro.

Na sua intervenção, o Presidente do Governo defendeu, por outro lado, a “necessidade absoluta” de, à semelhança do que acontece com produção de energia, se alargar a cada vez mais setores a rentabilização dos recursos próprios da Região, de forma a transformá-los e a rentabilizá-los em fatores de construção de progresso e de desenvolvimento.

“É isso, aliás, que, ponto de vista estratégico, o Governo faz, não apenas nos objetivos definidos para a política energética, mas também em termos de sistemas de incentivos ao investimento privado”, assegurou Vasco Cordeiro.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top