Vasco Cordeiro destaca estabilidade que se vive no setor cooperativo de São Jorge (c/áudio)

O Presidente do Governo Regional presidiu esta terça-feira à Cerimónia de inauguração do furo de captação de água subterrânea na Ribeira do Nabo, onde foi assinado com o Município de Velas um protocolo para a operação e manutenção do sistema de abastecimento de água agrícola deste furo, que vai servir cerca de 90 explorações e 900 hectares nas freguesias de Manadas, Urzelina e Santo Amaro, e que representou um investimento de perto de 600 mil euros.

Neste evento, Vasco Cordeiro fez questão de salientar que o setor cooperativo de São Jorge apresenta uma situação bastante diferente da que viveu recentemente, alertando, no entanto para a necessidade de continuar a trabalhar para vencer desafios como a valorização do produto que resulta do setor leiteiro.

Vasco Cordeiro salientou que a situação atual no setor cooperativo desta ilha não se deve só ao Governo.

No segundo dia da visita estatutária a São Jorge, o Presidente do Governo defendeu a necessidade de valorizar mais o produto que resulta do setor leiteiro não só desta ilha, mas também de toda a Região, pelo que isso significa, desde logo, para a melhoria de rendimento dos produtores.

Na sua intervenção, Vasco Cordeiro destacou que este percurso corresponde ao cumprimento de compromissos calendarizados na estratégia que o Governo tem vindo a implementar, que inclui também investimentos para dotar as explorações agrícolas de melhores acessos, de água e de energia.

Nesse sentido, apontou o exemplo da construção e beneficiação dos caminhos agrícolas da Cancela de Água e Canada Velha, no Perímetro de Ordenamento Agrário de Santo Antão/Topo, a construção do reservatório metálico no Norte Grande, a melhoria da captação da nascente da Cancela de Água e o furo de captação de água subterrânea na Ribeira do Nabo, hoje inaugurado.

O Conselho do Governo vai, nesta visita estatutária, proceder ao lançamento dos concursos públicos dos caminhos agrícolas da Serroa e Preguiça, cuja construção está estimada em mais de 430 mil euros, e do caminho da Ponta ao Parque das Sete Fontes, com um valor base de mais de 350 mil euros.

GaCS/LA/RL Açores

Deixe uma resposta