Vasco Cordeiro destaca investimento na melhoria dos cuidados de Saúde prestados aos Açorianos

O Presidente do Governo dos Açores afirmou hoje que as verbas transferidas para o Serviço Regional de Saúde, que representaram um crescimento de cerca de 40 por cento entre 2010 e 2013, foram todas investidas em prol de melhores cuidados prestados aos Açorianos.

“A evolução dos mais diversos indicadores, quer ao nível de consultas, de intervenções cirúrgicas ou de exames complementares de diagnóstico, demonstra que os Açores deram um salto qualitativo sem precedentes na sua rede de saúde pública”, afirmou Vasco Cordeiro, na inauguração das obras de ampliação e remodelação da Unidade de Saúde de Ilha de Santa Maria.

No primeiro dia da visita estatutária, o Presidente do Governo salientou que o Serviço Regional de Saúde é, assim, “uma das grandes conquistas do regime autonómico”, que sofreu, em relativamente pouco anos, uma mudança profunda e que teve efeitos consideráveis no alargamento da cobertura dos cuidados prestados à população.

Apesar desta evolução, Vasco Cordeiro disse que o Governo tem a consciência de que, nesta área, são sempre mais os desafios que se colocam do que o trabalho desenvolvido, por “muito meritório e significativo que este seja”.

Na sua intervenção, o Presidente do Governo adiantou, ainda, que está sendo desenvolvido um plano de modernização das instalações do Serviço Regional de Saúde, disponibilizando melhores condições assistenciais, com estruturas modernas, devidamente adaptadas às funções e às novas exigências, permitindo um maior conforto aos utentes e uma maior eficácia dos serviços.

“A título de exemplo, podemos referir que estão em fase final as obras de ampliação do Hospital da Horta e de construção do Centro de Saúde da Madalena do Pico, para além de estarem a decorrer as obras de construção do novo Centro de Saúde de Ponta Delgada”, recordou.

De acordo com o Presidente do Governo, os investimentos em infraestuturas contribuem para a concretização das medidas definidas no Plano de Ação para a Reestruturação da Saúde, um trabalho que se vai consolidando, nem sempre de forma visível, mas que está a deixar marcas positivas na atividade diária dos hospitais e das unidades de saúde.

“Podemos dizer que os hospitais se concentram cada vez mais nas suas tarefas diferenciadas e os centros de saúde apostam, com maior determinação, nas atividades de proximidade”, assegurou Vasco Cordeiro, apontando o exemplo dos serviços domiciliários prestados pelos centros de saúde da Região, que ultrapassaram, em 2012, as 111 mil visitas, um crescimento significativo de cerca de 16 por cento em relação a 2011.

As obras hoje inauguradas em Santa Maria estão avaliadas no valor de mais de um milhão de euros.

GaCS/RL Açores

Deixe uma resposta