Home / Politica / Vasco Cordeiro quer criar programa regional de apoio à mobilidade elétrica
Vasco Cordeiro quer criar programa regional de apoio à mobilidade elétrica

Vasco Cordeiro quer criar programa regional de apoio à mobilidade elétrica

O Presidente do PS/Açores anunciou esta segunda-feira que pretende lançar, na próxima legislatura, um programa regional de apoio à  mobilidade elétrica.

Vasco Cordeiro falava na apresentação pública da lista do PS às eleições Regionais, pela ilha Graciosa.

Realçando que a “Graciosa se destaca na área das energias renováveis”, com “projetos que a colocam na vanguarda”, o líder dos socialistas Açorianos explicou que este programa de apoio à mobilidade elétrica irá “centrar-se nos veículos da administração pública, nos veículos particulares e nos transportes coletivos de passageiros, com o objetivo de reduzir custos para as famílias e para as empresas, contribuindo para a redução do uso de combustíveis fósseis e dos custos ambientais”.

Vasco Cordeiro elogiou a lista do PS pela Graciosa, sublinhando tratar-se de “homens e mulheres que trazem um fator de renovação, de experiência, de juventude, mas sobretudo um grande amor à sua terra”.

O líder dos socialistas Açorianos realçou a “grande exigência dos últimos quatro anos, sobretudo para as famílias e para as empresas dos Açores”, lembrando que o Governo dos Açores do PS deu uma resposta pronta e decidida a essa situação, com muita confiança e com muita certeza, acudindo a tudo e a todos, até ao limite das suas competências e dos seus recursos”.

“Para o PS, é nestas horas que se vê a capacidade de resposta de um governo, que criou mecanismos de apoio social, de apoio ao emprego e de fomento da atividade económica”, sublinhou.

Vasco Cordeiro assumiu que a crise “exigiu que tivéssemos de repensar aquilo que tínhamos planeado inicialmente, tendo de optar por alguns projetos e adiando outros”, tal como “fazemos nas nossas casas, quando há que tomar opções”.

Referindo-se aos investimentos feitos na Graciosa nesta legislatura, na ordem dos 20 milhões de euros, Vasco Cordeiro destacou o “apoio que foi dado às obras de requalificação da adega Cooperativa, o incentivo que temos para a recuperação de castas e para a ampliação de campos de experimentação”, medidas que considerou como “estratégicas para a Graciosa, um bom contributo para a criação de riqueza e de emprego”.

O líder do PS/Açores recordou que o projeto de construção do matadouro “aguarda apenas o visto do Tribunal de Contas”, que se espera “estar para breve”.

Para Vasco Cordeiro, o desenvolvimento não se esgota na criação de infraestruturas, é “preciso trabalhar, também, naquilo que vai alimentar este setor”, exemplificando  com a “atribuição de mais direitos de vacas aleitantes para a ilha Graciosa em 2015, exatamente porque as coisas têm de estar estrategicamente alinhadas e ligadas”.

O Presidente do PS/Açores realçou a “resposta bastante satisfatória que os pescadores Graciosenses deram”, com a “criação de novas atividades como a “pesca-turismo ou a apanha de algas, onde há já intenções de investimento para tratar as algas aqui, criando mais valor e mais oportunidades de emprego, na Graciosa”.

          Vasco Cordeiro destacou ainda os bons resultados no turismo e os investimentos feitos na área social, considerando que ajudam a “criar emprego, a fixar os jovens e as famílias, desenvolvendo coesão territorial”.

“O que lamento é que haja partidos que preferem concentrar-se no passado. O que estará em causa a 16 de outubro próximo, é o futuro dos Açores e dos Açorianos. É preciso que nos mobilizemos todos para votar no PS, para que possamos fortalecer a nossa Autonomia”, finalizou Vasco Cordeiro.

PS Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top