Vasco Cordeiro reafirma medidas para melhorar serviços de Saúde no Pico

O Presidente do Governo destacou a consonância de posições com o Conselho de Ilha do Pico relativamente às questões da Saúde e reafirmou que, a juntar às novas valências do novo Centro de Saúde da Madalena, será disponibilizada à população da ilha uma viatura de Suporte Imediato de Vida – SIV.

Vasco Cordeiro, que falava terça-feira após a reunião do Conselho de Ilha, que decorreu no primeiro dia da visita estatutária, salientou que o Governo entende ser necessário reforçar as condições da atual rede de emergência para dar resposta às necessidades da população do Pico, razão pela qual a ilha ficará dotada de uma viatura SIV.

Além disso, está prevista a criação de uma secção destacada de bombeiros na zona da Piedade, dotada com a respetiva ambulância, o que permitirá uma melhor cobertura de emergência a essa zona da ilha.

Recorde-se que a ilha do Pico dispõe de um novo Centro de Saúde, um investimento de cerca de 12 milhões de euros que reforçou as valências ao dispor da população, as quais serão ainda complementadas com um médico de Medicina Interna.

“Tudo isso são matérias que o Conselho de Ilha reproduziu no seu memorando”, as quais já tinham sido referidas na inauguração do Centro de Saúde, afirmou o Presidente do Governo, ao avançar que estão também a decorrer os concursos para apetrechamento do novo Centro de Saúde da Madalena.

Relativamente à questão dos horários das ligações marítimas, Vasco Cordeiro assegurou que o Governo dos Açores manifestou inteira disponibilidade para analisar este assunto, não deixando de colocar em cima da mesa as razões pelas quais se verifica uma reduzida taxa de ocupação em alguns desses horários.

“Há compreensão em relação a estas matérias e há um trabalho que vai ser feito de aprofundamento e de análise destas questões”, referiu o Presidente do Governo, em declarações aos jornalistas.

No caso do transporte aéreo, nomeadamente a reivindicação de uma segunda ligação semanal da ilha do Pico para o exterior, Vasco Cordeiro salientou que o acordo alcançado com o Governo da República para a revisão das Obrigações de Serviço Publico já prevê esta possibilidade.

GaCS

Deixe uma resposta