2ª Revisão às Grandes Opções do Plano e ao Orçamento do Município das Velas aprovadas em Assembleia Municipal – Luís Silveira fala em dotação para obras estruturantes (c/áudio)

 

A Assembleia Municipal aprovou esta quinta-feira, em reunião ordinária, a 2ª Revisão às Grandes Opções do Plano e ao Orçamento para 2019 da Câmara Municipal das Velas. Votaram a favor o Grupo Municipal do CDS-PP e um deputado municipal do PSD, sendo que os outros dois deputados social-democratas optaram por se abster. PS e CDU votaram contra.

Ora, o presidente do Município começou por explicar, Norte Grande, onde decorreu a reunião, o que estava em causa nesta segunda revisão, frisando que era necessário aumentar a dotação do plano plurianual de investimentos, uma vez que há obras que só agora vão começar e que não estarão concluídas até ao final do ano, transitando para 2020.

O autarca elencou obras como a construção do Centro de Apoio ao Artesanato nas Velas, no âmbito da 2ª Fase da reabilitação Urbana, a Cobertura das Bancadas do Municipal das Velas, a Reabilitação dos Arruamentos da Fajã das Almas ou a 3ª Fase do Caminho da Fajã de João Dias. Obras que, no entender de Luís Silveira, são estruturantes para o concelho.

No entanto, o autarca foi acusado pela oposição, nomeadamente pelo PS e pelo PSD, de estar a “desvirtuar” o orçamento. Ana Paula Soares, deputada municipal socialista, falou numa baixa execução orçamental e apontou o dedo àquilo que falta fazer.

Também Luís Pereira, do PSD, aliou-se ao PS e acusou o presidente da autarquia de “desvirtuar o orçamento”.

Já António Machado, da Representação Municipal da CDU, decidiu continuar a votar contra, sendo coerente com o seu voto inicial a estes documentos.

Luís Silveira não gostou das críticas e acusou mesmo a oposição de estar de “má fé” e a fazer uma “politização” do assunto.

Apesar da longa discussão e de uma Assembleia Municipal, uma vez mais, superior a 3 horas de reunião, a 2ª Revisão às Grandes Opções do Plano e ao Orçamento do Município Velense acabou, assim, aprovada.

 

 

 

Liliana Andrade/RL Açores

Deixe uma resposta