Açores vão ter grupo disciplinar de viola da terra, anuncia Sofia Ribeiro

A Secretária Regional da Educação e dos Assuntos Culturais, Sofia Ribeiro, anunciou hoje que vai ser criado um grupo de docência de ensino artístico específico para a viola da terra.

De acordo com a governante, têm sido abertas vagas no grupo de lecionação dos instrumentos tradicionais, podendo as vagas ser preenchidas por “candidatos detentores de habilitações em outros instrumentos que não a viola da terra”.

Queremos preservar e garantir docentes devidamente habilitados para o ensino da viola da terra no ensino artístico e temos que garantir que haja um grupo de recrutamento específico para essa área”, frisou.

Sofia Ribeiro falava no debate sobre o plano de valorização da viola da terra na Região Autónoma dos Açores, na Assembleia Legislativa Regional, na cidade da Horta, esta quarta-feira, 20 de abril.

A titular da pasta dos Assuntos Culturais anunciou ainda, durante a sua intervenção, que a Secretaria Regional está a desenvolver um conjunto de ações nas escolas dos Açores, “em contexto de educação não formal”, para levar as “manifestações culturais dos saberes e das práticas da viola da terra junto dos mais novos”.

Sofia Ribeiro anunciou ainda que a Direção Regional dos Assuntos Culturais passou a ser membro fundador da “nova rede nacional do património cultural imaterial” desde o dia 3 de abril.

Sobre a classificação dos saberes e práticas tradicionais associadas à viola da terra a património cultural imaterial, a governante explicou que a Secretaria Regional está a preparar um evento de apresentação pública do trabalho em curso para o dia 3 de junho, no Atlântida Cine, em Santa Maria.

GRA/RL Açores