CAO da Calheta vai ser alvo de obras de reabilitação no valor de 250 mil euros (c/áudio)

Foi assinado esta quarta-feira, no segundo dia da visita estatutária do Governo à ilha de São Jorge, o contrato da empreitada de reabilitação do Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) da Santa Casa da Misericórdia da Calheta, num investimento de cerca de 250 mil euros.

Para o Padre Manuel António Azevedo, Provedor da Santa Casa da Misericórdia da Calheta, esta é uma obra especial e que tem como principais visados os utentes deste CAO para que desfrutem de cada vez melhores condições naquele que é o local onde passam a maior parte do seu tempo.

O Provedor da Misericórdia destacou as particularidades deste edifício.

Na sua intervenção, o Presidente do Governo Regional, afirmou ter bem a consciência da importância que os Centros de Atividade Ocupacionais têm tanto para os utentes como para as suas famílias, sendo que em São Jorge, concretamente na Calheta, isso não é exceção.

Vasco Cordeiro que referiu que este é o cumprir, com muito gosto, de um compromisso assumido.

Na cerimónia que decorreu esta quarta-feira no CAO da Calheta, o Provedor da Santa Casa teve oportunidade de anunciar que enquanto decorrerem as obras em causa, o CAO irá funcionar na sede da Cáritas de Santa Catarina na Rua Nova, na Calheta, garantindo que será feito um esforço para que esta não seja uma mudança muito demorada.

 

 

 

 

Liliana Andrade/RL Açores

Deixe uma resposta