Carne de Bovino de São Jorge vai chegar mais longe: Antigas instalações de Fumeiro de Santo Antão vão dar lugar a uma Sala de Desmancha (c/áudio)

As antigas instalações do Fumeiro de Santo Antão, na zona do Topo, vão ser transformadas numa sala de desmancha para carne de bovino através de um investimento privado.

De acordo com João Martins, o investidor, a ideia passa por tratar e embalar a carne de bovino em São Jorge e depois então exportá-la.

“Nós vamos fazer uma desmancha e transformação de carnes, essencialmente carne de bovino. Aproveitando o que a vossa ilha tem de melhor que é a carne de bovino, desde a vaca ao vitelo, vamos aproveitar para fazer a desmancha e a exportação para os Estados Unidos, nomeadamente para Boston, e também para o Canadá”, revelou o investidor.

João Martins fez ainda saber que a carne vai também chegar ao continente para ser distribuída por uma rede de talho da qual já é fornecedor.

Um investimento de cerca de um milhão e meio de euros sendo que metade é investimento próprio e a outra metade será apoiada por fundos comunitários como explicou saber João Martins.

Algo que, na opinião do investidor, será uma mais-valia para São Jorge e que permitirá criar cerca de 15 postos de trabalho na ilha.

“Nós temos tido uma boa recetividade da parte até das ilhas adjacentes, nomeadamente do Pico e do Faial, que se mostraram bastante interessado também em já usar a nossa Sala de Desmancha para transformação das carnes e embalamento”, afirmou João Martins.

Segundo o investidor esta é também uma solução para os problemas de exportação de carne que se fazem sentir na região, frisando que o trabalho da sua equipa nesta Sala de Desmancha “visa, essencialmente, a desmancha e o embalamento a vácuo da carne que chega depois ao consumidor final com uma qualidade muito melhor do que está a chegar a carne dos Açores neste momento”.

“O transporte por via marítima degrada muito a carne”, frisou João Martins que enalteceu a qualidade e o valor da carne açoriana, mas que acaba por perder muita qualidade no transporte marítimo, como fez questão de realçar.

Final de agosto, inícios de setembro é a data apontada para a inauguração da Sala de Desmancha que terá lugar nas instalações do antigo Fumeiro de Santo Antão.

Falada há muito tempo mas ainda não concretizada está a Sala de Desmancha do Matadouro da Ilha de São Jorge, sendo que é, assim, através de um investimento privado que a ilha vai começar a contar com um espaço destes.

LA/RL Açores

Deixe uma resposta