Dia Europeu da Agricultura Biológica assinalado em todas as ilhas dos Açores

A Secretaria Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural vai assinalar o Dia Europeu da Agricultura Biológica no próximo dia 23 de setembro, sexta-feira, com programas destinados a diversos públicos, por forma a sensibilizar para a agricultura biológica e para o papel que esta desempenha no respeito pela natureza e bem-estar dos animais.

As atividades serão desenvolvidas através dos Serviços de Desenvolvimento Agrário de Ilha, em todas as ilhas do arquipélago.

Na ilha do Corvo serão dinamizados dois ‘workshop’, o primeiro intitulado “Espiral de plantas melíferas, aromáticas e medicinais” seguido de um ‘BioSunset’, com confeção e prova de sumos verdes, ambos por Avelino Ormonde e dirigidos ao público em geral.

Na ilha das Flores são as turmas do pré-escolar que irão visitar o Serviço de Desenvolvimento Agrário das Flores para conhecer a área em conversão para a agricultura biológica, designadamente, horticultura, fruticultura, canteiro de aromáticas, agroflorestal e apicultura. Segue-se a dinamização do ‘workshop’ “A sementinha que queria ser gigante”, jogos tradicionais com passeio de égua e a degustação de mel e doces artesanais em panquecas saudáveis.

Já no Grupo Central, as atividades na ilha Graciosa vão ter início com a abertura do espaço sobre o tema “Agricultura Biológica: um modo de cultivo para a tua horta e pomar!”, com a participação da 5essentia spirulina azores.

Segue-se a receção dos alunos da Escola Básica e Secundária da Graciosa para uma abordagem a algumas técnicas de cultivo em modo de produção biológico e a demonstração de técnicas de propagação para a preservação de algumas variedades locais de frutícolas pelo Eng. António Domingues, que vai abordar também a importância da preservação das sementes de variedades regionais.

À noite, para o público em geral, será abordado o tema “O papel da Agricultura Biológica na consolidação do estatuto de Reserva da Biosfera da Ilha Graciosa” pelo Dr. André Espínola, Diretor do Serviço de Ambiente e Alterações Climáticas da Ilha Graciosa.

Em São Jorge, o dia tem início na Escola Profissional de São Jorge com a atividade “Luta biológica, construção de uma armadilha para a mosca do mediterrâneo”, iniciativa que se repete à tarde, destinada ao público em geral.

No Faial, a manhã será dinamizada com uma atividade que visa a construção de uma espiral de plantas aromáticas e melíferas e a recolha e conservação de sementes. À tarde, decorre a construção de um canteiro de hortícolas em Modo de Produção Biológico e ainda a recolha e conservação de sementes, estando ainda previsto um momento para construção e ilustração de origamis e atividades no canteiro infantil. Todas estas atividades destinam-se a diversas entidades da comunidade escolar local.

No Pico, a manhã terá lugar no Parque “Matos-Souto”, com visita guiada dos alunos aos campos para a observação das culturas passiveis de se produzir em modo de produção biológico e divulgação de fichas-técnicas, seguindo-se uma atividade de descoberta do Parque e a preparação e partilha de uma sopa, onde os alunos serão os cozinheiros.

Na ilha Terceira, o dia tem início no Auditório da Universidade dos Açores com a palestra “Agricultura Biológica” proferida pelo Eng. João Cunha, da Quinta do Catalão. O Senhor Professor David Horta Lopes fará um ponto de situação sobre o Curso Técnico Superior Profissional em Agricultura Biológica, a decorrer no Campus de Angra do Heroísmo, e do mestrado na mesma área.

Segue-se a apresentação pública do livro “Fauna de Artrópodes Predadores dos Ecossistemas Agrícolas dos Açores” da autoria do Senhor Professor Paulo Borges, havendo ainda uma mostra e degustação de produtos biológicos e visita guiada aos viveiros do Serviço de Desenvolvimento Agrário, com demonstração das atividades desenvolvidas em Agricultura Biológica.

Já a Oriente, na ilha de São Miguel, as atividades vão decorrer de manhã, e são destinadas a alunos do 4º ano de escolaridade numa atividade intitulada “Bio Brincadeiras” e que incluem o jogo “Quem quer ser Bio?”, uma visita à BioKairós, uma degustação de um batido bio e uma exposição de produtos bio, com animação alusiva ao tema em cada ponto de atividade.

Finalmente, em Santa Maria, realiza-se a implementação de um jardim sensorial num Jardim de Infância. Segue-se a atividade da Horta Biológica, com a construção de armadilhas artesanais e preparação e plantação de canteiros. No período da tarde, será dinamizado o ‘workshop’ “A sementinha que queria ser gigante”, que termina com a prova de batidos bio para os alunos e pais do Jardim de Infância.

Com este conjunto de atividades pretende-se chegar a diferentes públicos, desde as várias faixas etárias dentro da educação, como também ao público em geral, para que o conceito de Agricultura Biológica possa ser cada vez mais do conhecimento de todos, numa lógica de respeito pela natureza e de escolha consciente ao nível do consumo.

O Dia Europeu da Agricultura Biológica comemora-se a 23 de setembro e este ano, pela primeira vez, numa iniciativa conjunta do Parlamento Europeu, do Conselho da União Europeia e da Comissão Europeia.

Imagem: eurocid.mne.gov.pt

Portal Azores/RL Açores

Deixe uma resposta